Viva Bem

Home office exige organização do tempo e do ambiente; veja dicas de como adaptar sua casa

Detalhes na decoração e luzes podem interferir no trabalho

Projetos de home office de Larissa Gomes.
Projetos de home office de Larissa Gomes. - Arquivo pessoal
 

Beatriz Vilanova
São Paulo

O home office, também conhecido como a prática de trabalhar em casa, tem ganhado cada vez mais adeptos brasileiros. Após a reforma trabalhista, que facilitou o contrato para serviços em casa, declarou não haver limite para horas trabalhadas, o Brasil entrou para a lista de países em que mais cresce o trabalho home office.

Em meio a essa transformação no modo de trabalho, muitas pessoas têm optado por construir seu próprio escritório dentro de casa. Seja em um cômodo isolado, ou integrado a outro ambiente da casa, esses metros quadrados ganharam a função de serem voltados exclusivamente para o trabalho.

“É um cômodo que quase todo mundo quer ter. Ele serve como apoio até para quem trabalha fora, mas leva trabalho para casa. Usamos muito ele nos projetos em geral, mesmo que no meio de uma sala ou do quarto”, afirma a designer de interiores Larissa Gomes. Segundo ela, o ambiente de trabalho pode ser mais útil do que um quarto de hóspedes, que só é usado esporadicamente.

Trata-se da realidade de Victor Ramalho, editor do Portal do Rugby e diretor de conteúdo. “Fazer as coisas em casa é diferente. Você precisa estabelecer rotinas para não se perder. Se você não coloca as metas do dia e organiza o tempo, você se perde. E o espaço é essencial para isso: saber que você precisa estar naquele lugar, de tal a tal hora, fazendo as coisas do dia”, conta. 

Mas para construir o “cantinho do home office”, é preciso planejar-se. Larissa dá a dica: “A primeira coisa é escolher um cantinho onde a pessoa não seja incomodada, um local mais reservado. Onde tenha silêncio, conforto acústico e privacidade. Onde você fica longe de seu animal de estimação ou de outras distrações.”

“Algumas pessoas acham que trabalhar em casa não exige organização. Mas é preciso que esse espaço seja enxergado como um escritório”, diz a designer. “É preciso trazer para a casa o mesmo espaço e conforto que a pessoa teria em um escritório.”

DICAS GERAIS PARA CONSTRUIR O CANTINHO DO HOME OFFICE

ILUMINAÇÃO

“A iluminação natural é muito importante. Se houver um canto da casa com uma janela grande, que tenha um espaço arejado, é o ideal para essa função”, afirma Larissa, que diz que a luz pode inclusive aumentar a produtividade.

Nos períodos noturnos e dias mais nublados, o uso da luz artificial é inevitável. Nesses casos, Larissa indica o uso de luzes mais frias, já que as lâmpadas amarelas podem acalmar demais e até gerar sono em quem está trabalhando.

MÓVEIS

Além de uma escrivaninha em que caiba mais do que um computador, e que tenha altura em torno dos 70 e 75 cm, é interessante manter o cômodo do home office bem equipado e com móveis de qualidade.

“A ergonomia é um ponto importante. A pessoa que trabalha em casa passa o dia sentada e, por isso, a cadeira tem que ser um investimento”, afirma a designer. “A pessoa não deve pegar uma cadeira que já tem em casa. Tem de ser uma cadeira com a altura correta e um encosto anatômico, se não, no final do dia, ela terá dor nas costas.”

Victor conta que, além de trocar a cadeira do computador, comprou alguns móveis novos para trabalhar em casa. “Tenho que ler bastante. Por isso, acabei comprando uma cadeira de leitura especialmente para esse trabalho”, diz. “Na escrivaninha também tenho duas telas de computador e mais uma TV, em que às vezes eu consigo conectar e fazer três monitores, que dá mais a cara de escritório.”

CORES

“As cores têm um papel muito forte na motivação e desempenho da pessoa. Por exemplo, as cores quentes são mais estimulantes. O amarelo, o vermelho, o laranja, são cores vibrantes que causam ação, energia e otimismo”, afirma a designer  Larissa. Enquanto isso, cores como o azul e verde podem passar mais tranquilidade e confiança no trabalho. 

Além de serem um estímulo extra, as cores podem dar a sensação de que um espaço é maior ou menor. “As cores claras aumentam o ambiente e as escuras, diminuem. Pessoas  com um espaço grande podem pintar uma parede de uma cor mais escura, como o cinza-chumbo, enquanto espaços menores pedem cores mais claras.”

DECORAÇÃO

Apesar de não ser fundamental como a mesa de trabalho e o computador, a decoração pode ajudar na produtividade do home office. Livros, murais de avisos e planejamentos, caixas, luminárias e organizadores de mesas podem ajudar a manter o ambiente com cara de escritório.

Mas também é importante colocar traços da personalidade própria no local. Há quem inclua na decoração as suas coleções, quadros ou até camisas de futebol, segundo a designer. “Acho interessante usar alguma coisa que remeta à identidade e DNA de cada um. É importante deixar o espaço com a sua cara”.

Larissa ainda fala dos benefícios de ter áreas verdes e vasos de plantas, mesmo que dentro de casa. “Tenho no meu escritório uma parede verde natural, que me traz liberdade, calma, e tranquilidade. Plantas trazem o mundo externo para dentro, tanto que às vezes parece que você não está nem trabalhando.”

Victor confirma a teoria: “Eventualmente trago as coisas do trabalho para a minha área externa coberta, para aproveitar o tempo. Como é tudo bem aberto, é como se eu trabalhasse fora.” 

DICAS EXTRAS

Além de ter um cômodo especialmente para o home office, algumas indicações podem ajudar na produtividade do trabalho. Vale escrever as tarefas do dia, definindo seus prazos, manter rádio e televisão desligados, definir regras de relacionamento com outras pessoas em casa durante o horário de trabalho e a até vestir roupas mais formais, alinhadas ao tipo de trabalho.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem