Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

BBB22

BBB 22: Celebridades criticam argumento de 'caridade' de Jade para permanência

Leo Picon disse reprovar atitude da irmã, e que nervosismo pode ter atrapalhado

Jade Picon, após saída de Larissa do BBB 22
Jade Picon, após saída de Larissa do BBB 22 - Globo/Reprodução
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Celebridades como ator e comediante Felipe Neto e o campeão do Big Brother Brasil 9, Max Porto, criticaram o argumento que Jade Picon utilizou em sua defesa para permanência na casa do BBB 22. A influenciadora, que está no paredão desta semana junto a Arthur Aguiar e Jessilane, disse em seu discurso de defesa no programa ao vivo deste domingo (6) que, se vencesse o jogo, doaria o prêmio recebido.

"Eu quero muito ficar. Essa está sendo a melhor experiência da minha vida de longe. [...] Me joguei, tenho enfrentado tudo com muita coragem, tenho sido muito coerente com meu jogo, sem medo de nada. Seria, maior que tudo, um sonho para mim, poder usar toda essa minha experiencia como um veículo para ajudar milhares de pessoas ganhando o prêmio e doando R$ 1,5 milhão para cinco instituições diferentes brasileiras", disse ela, declarando sua torcida como "Fora Arthur".

Indignado com a defesa da participante, Felipe Neto publicou um vídeo em seu perfil no Instagram dizendo ser "Fora Jade" e que "caridade como moeda de troca para ganhar um programa é inaceitável".

"Eu era do time que tava assim, na terceira via. Mas depois do discurso de 30 segundos da Jade, para mim é impossível não ser Fora Jade. A questão é simples: não se usa caridade como moeda de troca. Ganha o programa. Ganha o programa, não avisa ninguém, e depois você doa, fala que doou se quiser para incentivar outras pessoas...", diz ele no vídeo.

E continuou: "Agora, a partir do momento que você usa a caridade para ganhar um programa, onde você sabe que vai ganhar muito mais que um R$ 1,5 com publicidade, é uma das coisas mais baixas que já vi [...] Uma coisa é você falar que vai doar uma premiação antes de começar o programa. Outra coisa é você ter 30 segundos para se defender e usar isso como motivo para te deixarem na casa. Isso é usar caridade como moeda de troca".

Algumas personalidades, como o apresentador Rodrigo Magal e o jogador bragantino Artur Victor Guimarães, apoiaram a opinião de Neto nos comentários do vídeo. O mais surpreendente, no entanto, foi o comentário de Leo Picon, irmão de Jade.

"Concordo 100% com vc. Acho que inseguranças e nervosismo fazem pessoas agirem de maneiras conturbadas.. Reprovo essa atitude dela com força, mas sei que isso não reflete o caráter e as reais intenções dela" [sic], escreveu o irmão.

Também no Instagram, a apresentadora Sonia Abrão publicou o vídeo de defesa de Jade e comentou: "Na verdade, [ela] não precisa disso [prêmio do BBB] pra ajudar ninguém por 3 motivos: é rica, fatura alto como influencer e já ganhou mais em publicidade, dentro do próprio BBB, que o valor do prêmio! Ou seja, não depende de ser a campeã pra se dedicar a uma causa nobre! Além de apelação, é covardia contra grande parte dos colegas de confinamento, que tbm são solidários, mas não podem abrir mão do prêmio, pois necessitam da grana pra dar uma virada na vida".

Já Max Porto, que venceu o reality show em 2009, publicou em seu Instagram um vídeo em que aparece balançando a cabeça em reprovação, com o comentário: "Usar a possibilidade de doar o prêmio para instituições de caridade para se safar de um paredão? Que feio mocinha. Não é assim que se ganha um BBB".

Em resposta, a apresentadora Ana Paula Minerato comentou: "Achei que forçou também… até porque estamos na votação para ficar não para ganhar".

No Twitter, a ex-BBB20 Flayslane também afirmou: "Gente falar de doação na hora da defesa é oportunismo demais, desculpa, horrível no meu ponto de vista, não aplaudo essa atitude como nunca aplaudi, apelou Jade".

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem