BBB21

Tiago Leifert diz que Paulo Gustavo tinha comorbidades, mas Tatá Werneck nega

Informação já havia sido negada pela atriz, uma das melhores amigas dele

Tiago Leifert chama Finalistas do BBB21 para assistirem à final do gramado - Reprodução/Globoplay
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Tiago Leifert chamou a atenção na final do BBB 21 (Globo) nesta terça-feira (4) ao afirmar que Paulo Gustavo, morto aos 42 anos após complicações provocadas pela Covid-19, tinha comorbidades. A informação já havia sido negada por Tatá Werneck, uma das melhores amigas do ator e humorista à tarde.

"Paulo não tem comorbidades!", afirmou Tatá em suas redes sociais como resposta a um seguidor que havia comentado o contrário. "Teve asma há 10 anos atrás (sic) e nunca mais teve crise. Enxerguem a realidade! Parem de negar a gravidade desse vírus."

Leifert fez a afirmação ao informar aos três finalistas do programa, Camilla de Lucas, Fiuk e Juliette, sobre a morte de Paulo Gustavo. Ele disse que, apesar de ser um dia triste, "o show tem que continuar".

Em nenhum dos boletins médicos divulgados sobre o estado de saúde do humorista eram citadas comorbidades. O F5 fez contato com a assessoria de imprensa do ator e humorista, que confirmou que ele era asmático, mas não soube informar há quanto tempo ele não tinha crises.

Durante o programa, o apresentador deu a notícia que deixou os finalistas tristes. "Está todo mundo muito triste. Ele era um parceiro nosso', disse Leifert. "O Paulo Gustavo era um cara que todo mundo admirava e um gênio!"

Camilla contou que o último filme que ela assistiu antes da pandemia foi dele. "É um choque", lamentou. "Agora essa informação, mais um talento que se foi. Vai ficar na história."

"Eu entrei aqui, o meu maior medo era a pandemia, pelos meus e pelos outros", comentou Juliette. "Entrei com uma perda muito grande de uma pessoa querida e agora saio com uma notícia dessa. Isso nos mostra a finitude da vida, o quanto a gente precisar ser feliz e fazer o bem. A vida é um sopro!".

Já Fiuk chamou a atenção para quem estava aglomerando no Réveillon. "É que de fato não é bobeira, eu vi muita gente que eu conhecia saindo, fazendo festa", disse. "Ele era novo, talentoso, isso é muito sério! Muito triste saber disso hoje."

Foi em resposta a Fiuk que Leifert fez a afirmação. "A gente gostaria de dedicar o programa de hoje para a família do Paulo, aos fãs do Paulo também", disse na sequência. "A dor de vocês é a nossa dor."

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem