BBB21

Comparado a Viih Tube, MDB faz versão de logomarca pró-Camilla de Lucas

Partido tenta se desassociar a imagem de 'maria vai com as outras'

Camilla de Lucas - Instagram/camilladelucas
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Rio de Janeiro

Partido do ex-presidente Michel Temer, o MDB lançou nesta sexta-feira (9) uma versão de sua logomarca, associando sua imagem à da influenciadora Camilla de Lucas, 26, do Big Brother Brasil 21. Na montagem publicada nas redes sociais, a sigla do partido dá lugar ao nome de Camilla.

A imagem é acompanhada da seguinte explicação: "Ela entra nas discussões para apaziguar a briga. Isso é estilo #MDB. E sempre se posiciona quando é questionada. Isso é #PontoDeEquilíbrio. Portanto, nossa torcida é para @camilladelucas".

O presidente do partido, deputado Baleia Rossi (SP), afirma que essa é uma resposta a postagens que, nas redes sociais, vinculam o MDB à imagem da youtuber Viih Tube, 20, também participante do reality, mas criticada por se aproximar dos concorrentes quando eles vencem disputas e voltam do Paredão.

O MDB participou do governo do PSDB e do PT, assumiu a presidência após o impeachment de Dilma Rousseff e hoje ocupa cargos na liderança do governo Bolsonaro no Congresso.

Na madrugada desta sexta-feira, uma publicação que trocava as letras do MDB pelo nome de Viih Tube ganhou mais de 35 mil curtidas. Por isso, a assessoria do partido propôs a Baleia a divulgação de outra montagem. Dessa vez, com o nome de Camilla no lugar da sigla partidária. O deputado topou.

"Nas redes estão comparando o MDB a Viih Tube. Então fizemos brincadeira. Foi uma resposta", disse Baleia.

Questionado se considera Viih Tube traíra por seu comportamento, Baleia, que já assistiu a trechos do reality, amenizou: "Ela é vaselina. É amiga de todo mundo. Só que não. Por isso nos posicionamos", justifica o deputado, que se opôs ao candidato de Bolsonaro na disputa pela presidência da Câmara.

A postagem do MDB provocou reação nas redes sociais, onde apoiadores de Camilla chegaram a pedir que o partido retirassem a publicação.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem