BBB21

BBB 21: João Luiz deve ser eliminado em disputa contra Arthur e Pocah

Professor é quem recebeu mais votos para sair na enquete promovida pelo F5

João Luiz - Fábio Rocha/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

João Luiz deve ser o eliminado no paredão desta quinta-feira (22), o 13º do Big Brother Brasil 21 (Globo). Até as 20h, o professor era quem havia recebido mais votos (46%) para deixar a casa na enquete promovida pelo F5. Ele era seguido por Pocah (29%) e Arthur (24%).

Mineiro de Santos Dumont, João teve uma passagem relativamente discreta pela "casa mais vigiada do país". Ele chegou ao paredão por ter sido o segundo mais votado pela casa no confessionário, em votação realizada na terça-feira (20), após a eliminação de Caio, e de Gil ter se tornado o novo líder do programa.

Professor de geografia, ele cultivou um forte laço de amizade com a influenciadora digital Camilla de Lucas durante o confinamento. Porém, os dois não costumavam se envolver em combinações de votos e são considerados "anti-jogo" por parte do público.

Um dos momentos de maior destaque no jogo foi quando ele expôs para os colegas, durante uma dinâmica ao vivo no programa, que o cantor sertanejo Rodolffo comparou o cabelo dele ao da peruca do Castigo do Monstro inspirado na Idade da Pedra.

A fala ocorreu quando João estava participando do Jogo da Discórdia, no qual precisava indicar quem era o melhor jogador, quem era o pior jogador e quem estava jogando sujo. O participante disse que Rodolffo estava jogando sujo e explicou o motivo.

Surpreso com a fala do colega, o cantor sertanejo acabou reafirmando o que havia dito antes: que achou o cabelo dele parecido com o da fantasia inspirada em um homem das cavernas. "Se todo mundo observou como que era a peruca do monstro, acredito eu que é um pouco semelhante", afirmou.

A discussão motivou Tiago Leifert a intervir após o encerramento da votação na qual Rodolffo foi eliminado. O apresentador disse para o cantor "falo para você de homem branco para homem branco" que sofria bullying na escola devido ao cabelo que não era liso. Segundo, isso não fez a menor diferença na vida dele.

No entanto, Leifert falou que o cabelo black power do João não é um penteado, é um símbolo de luta e resistência. " Nos Estados Unidos eles vestiram o black power para dizer que se amavam. Eles eram obrigados a levantar de ônibus e sair de restaurantes", explicou.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem