BBB20

BBB 20: Família de Victor Hugo se revolta com bullying sofrido por ele na casa: 'Cadê respeito?'

Participante foi motivo de chacota por outros homens pela sexualidade

Victor tem 25 anos e é natural de Imperatriz, interior do Maranhão.
Victor tem 25 anos e é natural de Imperatriz, interior do Maranhão. - Divulgação/TV Globo
São Paulo

A família do psicólogo Victor Hugo está chateada com o que está acontecendo dentro da casa do BBB 20. Isso porque o brother tem sido vítima de bullying por conta de sua sexualidade e por ser virgem. Antes de entrar no reality, Hugo revelou que era assexual, ou seja, que não sente atração por sexo, e que nunca havia se relacionado com ninguém.

Nas redes sociais, a conta oficial do participante, que é gerenciada por seus familiares, soltou uma nota oficial referente às piadas e zoeiras feitas por outros colegas de confinamento. Nas cenas, Hadson, Felipe, Chumbo e Lucas ridicularizam Hugo, que estava dormindo. Felipe Prior deita ao lado dele e, por incentivo dos outros, começa a falar frases de cunho sexual, como se fosse transar com Victor Hugo.

Na nota, a família pede respeito. “O Victor Hugo é virgem, assexual e isto não é motivo de chacota. Cadê o respeito por ele e sua sexualidade? Vemos o preconceito velado de diversão. Não aceitem este tipo de coisa, insinuaram coisas podres nessa conversa e desnecessárias”, disse um trecho.

Em outro momento do vídeo, um deles diz que estava excitado e que Victor Hugo deveria masturbá-lo. A família se revoltou. “A noção passou bem longe dessa vez. Cadê a tolerância? Victor se fosse gay também não mereceria o desrespeito. Já estamos de olho e tomando as medidas cabíveis porque sendo ‘brincadeira’ ou não, isto não é passível de aceitação.”

Em entrevista à colunista Patrícia Kogut, o pai de Victor Hugo, Hélio Teixeira, disse que todos estão consternados. “Meu filho sofreu preconceito a vida inteira, mas sempre estivemos ao lado dele, e ele aprendeu a reagir”, disse. Para ele, se o ocorrido tivesse acontecido fora da casa, a reação seria outra.

Ele completou: “Ele estava desprotegido e os rapazes tinham consciência de que estavam fazendo bullying. Foi uma coisa ridícula.”

As atitudes da ala masculina no BBB 20 têm chamado a atenção. Já houve casos de possíveis assédios envolvendo Petrix, frases tidas como machistas proferidas pelos rapazes com relação à beleza das competidoras e até artistas como Bruna Marquezine criticando os homens da casa.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem