BBB18

Declarações, especulações e pegação: saiba como foi a festa reggae do BBB 18

Balada aconteceu na noite desta quarta (28) 

Participantes do BBB 18 na festa reggae
Participantes do BBB 18 na festa reggae - Reprodução/TV Globo

São Paulo

Regada a muita bebida, a festa reggae, que aconteceu na noite desta quarta (28), na casa do Big Brother Brasil 18, reality da Globo, rendeu declarações, especulações sobre o jogo e muita pegação.

Antes de os brothers se soltarem pra valer, entretanto, o cantor Tony Garrido fez uma aparição virtualcomo tem acontecido em outras festas— para falar sobre o ritmo da semana escolhido pela produção. 

"Um ritmo muito importante, um ritmo que nos trouxe pacificação, positividade, vontade de viver", disse o artista.

Depois, embalados pela música —e pelo álcool—, os confinados começaram especulações sobre o jogo, discutindo prova do líder, do anjo, formação do próximo paredão e até a chamada de um possível Big Phone

Após a eliminação do amigo Caruso, Viegas conversou com Jéssica sobre distanciamento de outros brothers. "O Kaysar percebeu que nós três somos os alheios. A gente até combinou de independentemente quem for o líder, se for um de nós, vai ser mais legal. E mesmo que eu e ele estejamos na berlinda, se a gente volta, semana que vem tem um a menos lá", disse o participante.

O músico e o sírio até já têm planos para um eventual toque do Big Phone. "A gente combinou de fazer turno no Big Fone."

Já o casal Wagner e Gleici aproveitou as letras de músicas que tocavam para trocar declarações, digamos, disfarçadas. "Amar eu amo muito, prestar que eu presto pouco", disse o brother, citando a melodia que tocava. "É assim? É assim?", retrucou a acriana, que ouviu como resposta: "É assim que é a música."

Outro casal do programa, Breno e Paula, esquentaram mesmo é no pós-festa, já cobertos pelo edredon. Depois de muita movimentação, os dois dormiram na mesma cama no quarto bangalô —Wagner e Gleici estavam no leito ao lado. ​

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem