BBB18

Eliminada do 'BBB 18', Eva, a mãe da família Lima, rebate críticas a selinho entre pai e filha 

Além da matriarca, Jorge, o sobrinho, também deixou a casa por decisão do público 

Eva participa do "Mais Você" após ser eliminada do "BBB 18"
Eva participa do "Mais Você" após ser eliminada do "BBB 18" - Reprodução/TV Globo

São Paulo

A família Lima se desintegrou neste domingo (28). Em noite de eliminação no "Big Brother Brasil 18" (Globo), Eva, a mãe, e Jorge, o sobrinho, deixaram a casa.

Com a decisão do público, ficou no jogo a ala mais polêmica do clã: o pai, Ayrton, e a filha, Ana Clara. Nos primeiros dias de programa, carinhos trocados entre os dois, com selinho e colo, foram considerados excessivos e chamaram a atenção de internautas, fazendo até a direção do programa intervir

Fora da casa, como de hábito pela emissora há anos, os eliminados participaram do programa "Mais Você" —temporariamente apresentador por Ciça Guimarães e Zeca Camargo, já que a titular, Ana Maria Braga, está de férias. A polêmica envolvendo a família, claro, não ficou de fora do bate-papo que aconteceu, ao vivo, nesta segunda (29). 

"Vocês viram, todo mundo viu que o Ayrton deu um selinho na filha para comemorar a entrada na casa. E eles já tinham falado que isso, entre eles, que isso rola normal, que é tudo muito carinho, muita cumplicidade", começou Ciça a falar sobre o assunto. 

"Nós tomamos um susto com isso. Porque, de fato, é uma coisa muito comum na casa da minha sogra. Quando eu entrei pra família, isso foi uma das coisas que me chamou a atenção. E todo mundo tem esse hábito, mesmo os pequenos. Crianças e adultos sempre se despedem sempre com um selinho", disse Eva.

"Essa repercussão do selinho foi uma coisa que a gente nem imaginava. Até onde eu sei, é comum em famílias que se amam, não tem nada a ver com o que as pessoas estão imaginando por trás, não há nenhum interesse nisso por trás, que não seja um ato de carinho e de amor". 

Para a matriarca da família, as pessoas deveriam ter cuidados com julgamentos. "Podem fazer, mas cuidado, pois é um desrespeito atacar. Ninguém é capaz de dar o que não tem, falta amor pra essas pessoas. A gente se gosta, se cuida muito, é a base da nossa família." 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem