A Fazenda 10

Ex-Polegar Rafael Ilha é o favorito a levar os R$ 1,5 milhão na final de A Fazenda

Polêmico, participante lidera pesquisas de intenção de votos

Rafael Ilha, cantor e ator, deve ser campeão do reality da Record
Rafael Ilha, cantor e ator, deve ser campeão do reality da Record - Divulgação
Leonardo Volpato
São Paulo

Termina nesta quinta (13) a 10ª temporada do reality show A Fazenda (Record), e, na finalíssima disputada por Rafael Ilha, Caique Aguiar e João Zoli, o ex-Polegar tende a se sagrar o novo campeão, como indicam enquetes espalhadas pela internet.

Se isso de fato acontecer, Ilha fará o telespectador se lembrar da edição de 2009: à ocasião, foi Dado Dolabella, outro peão de estilo ‘bad boy’, quem levou a melhor. A atração fechará com saldo positivo. Segundo o canal, desde a estreia, em 18 de setembro, até a última semana, ela rendeu média de 10,1 pontos no Ibope (cada ponto equivale a 71,8 mil domicílios na Grande SP). É a melhor temporada desde 2012, que deu 10,9. O prêmio agora é de R$ 1,5 milhão.

Na avaliação de especialistas em TV, parte da atual audiência se deve à escolha do elenco. Para eles, ter na casa pessoas como Rafael Ilha, que cria situações tensas, gera interesse do público. “O reality show é uma representação de posturas populares e reúne personalidades das mais variadas. Os competidores que se destacam causam identificação na audiência, e o antagonista, o vilão, desperta o fascínio de muita gente. É ele quem tem a ousadia de dizer coisas sem filtro, algo que temos vontade de fazer”, analisa o especialista em TV Dirceu Lemos.

Para ele, Ilha é o favorito por levar provocações diárias ao telespectador e por fugir à mesmice. “Ele é ex-ídolo adolescente, ex-dependente químico e já foi preso diversas vezes por diferentes infrações. Sua vida de altos e baixos, superações, fraquezas e ressurreições foi midiatizada e lembra muito as histórias de ficção. Ilha trafega entre o anti-herói e o antagonista. Suas falas o deixam sempre em evidência.”

O especialista em TV Claudino Mayer diz que o público desse segmento não gosta de participantes passivos. “O povo prefere que esse ‘herói’ vá à luta para defender suas ideias e convicções, como se fosse cada um de nós.”

Se Rafael Ilha se sagrar campeão desta edição do reality A Fazenda (Record), muito da conquista deverá ser creditado às manipulações de voto e às estratégias do competidor. A todo instante, desde o começo, Ilha demonstrou ser um jogador.


Ele nunca teve receio de combinar votos nem de manipular outros participantes para que levassem à roça e eliminassem algum peão. Outro fator que muito interferiu para a longevidade de Ilha na casa foram as alianças. Ao mesmo tempo em que sempre dizia que não existia amizade verdadeira por ali, o rapaz soube se juntar às pessoas certas. Um exemplo foi a união dele com Nadja Pessoa, que até então, antes de ser expulsa, era a favorita do público.


Porém, algo não se pode negar: Rafael Ilha foi raçudo na hora de disputar provas. Ele foi campeão em duas delas, ou seja, em pelo menos duas oportunidades não correu risco algum de ser eliminado. E quando teve a chance de mandar alguém para a roça, seus tiros também foram certeiros. Gabi Prado e Luane Dias, indicadas por ele, deixaram a disputa.

Agora
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias