A Fazenda 10

A Fazenda: Sandro deixa o programa com 32,9% dos votos após público escolher manter Nadja

Ator foi à roça por escolha de Leo Stronda, o Fazendeiro da semana

Sandro Pedroso, segundo eliminado em A Fazenda, e Nadja Pessoa, que permanecerá na sede
Sandro Pedroso, segundo eliminado em A Fazenda, e Nadja Pessoa, que permanecerá na sede - Reprodução/PlayPlus

São Paulo

Sandro Pedroso é o segundo eliminado dessa décima edição de A Fazenda (Record). O ator disputou a preferência do público com a ex-Power Couple Nadja Pessoa e acabou deixando o programa, na noite desta quinta-feira (4), com 32,9%. 

O resultado foi semelhante ao da enquete do F5, que já indicava a permanência de Nadja, com 58% dos votos, apesar de ela ter se envolvido numa série de brigas e desentendimentos na sede nesta semana, principalmente com Ana Paula Renault. 

A confusão teve início na última segunda (1º), após o grupo água se reunir para tentar definir uma estratégia de voto. Nadja chegou a questionar uma possível armação para formação da roça, o que levou a uma discussão, com direito ao corte da transmissão 24 horas pela Record. 

O clima continuou tenso no decorrer da semana, e Ana Paula chegou a dizer que, se a rival retornasse da roça, ela poderia deixar o programa. Já Nadja, interagiu pouco com os colegas e disse que está com a consciência tranquila: “Eu sei que eu estou certa em tudo o que estou fazendo”.

Após as discussões, Nadja, que foi alvo do grupo terra, acabou recebendo votos também das companheiras do grupo água Ana Paula e Perlla. Já Sandro foi colocado na roça pelo Fazendeiro, Leo Stronda, que o apontou como um candidato forte do grupo terra, tanto no âmbito físico quanto no intelectual. 

Felipe Sertanejo também foi para a roça por escolha de Nadja, mas se livrou da berlinda ao vencer a prova do Fazendeiro e, agora, terá o poder de indicar um colega para a roça da próxima semana. 

Também foi decidido pelo público, nesta quinta, o poder da chama vermelha, que será entregue a um dos participantes após a Prova de Fogo. Uma das opções era que o dono da chama pudesse anular a votação da sede e a outra que pudesse votar duas vezes em peões diferentes. A primeira foi a escolhida. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem