Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Televisão

'Nos Tempos do Imperador': Samuel é preso no dia do casamento com Pilar

Tonico vai conseguir impedir união e se vingar da médica que o abandonou no altar

Pilar vestida de noiva
Pilar vestida de noiva - Divulgação/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

Em "Nos Tempos do Imperador" (Globo), o aguardado casamento de Samuel (Michel Gomes) e Pilar (Gabriela Medvedovski) não vai acontecer. Tudo por conta de Tonico (Alexandre Nero) que vai interromper a cerimônia, revelar a verdadeira identidade de Samuel e afirmar que ele é o assassino do próprio pai, o coronel Ambrósio (Roberto Bonfim).

O mocinho sairá da igreja preso. A cena está programada para ir ao ar nesta sexta (17).

Mesmo após o irmão bastardo ter salvado a sua vida na Guerra do Paraguai, Tonico vai armar para acabar com a união entre ele e Pilar e, desta forma, também se vingar dela por ter sido abandonado no altar. O vilão conseguirá uma ordem de prisão para Samuel.

Sem conhecer a verdadeira história, Pedro (Selton Mello) se prontificará para arrumar um advogado para Samuel.

Já na cadeia, Tonico dirá a Samuel como descobriu que ele na verdade é Jorge, o seu irmão bastardo: ambos têm uma marca de nascença na parte interna do braço. Samuel vai tentar explicar o que aconteceu na noite da morte de Ambrósio, mas sem sucesso.

Logo no início da novela, Jorge é acusado injustamente de assassinar o coronel. Ele consegue fugir para o Rio com a ajuda de Luísa (Mariana Xinemes) e, para escapar da perseguição, muda o seu nome para Samuel.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem