Televisão

Rodrigo Faro diz que Canta Comigo terá vozes incríveis e histórias fortes

Apresentador comanda 3ª temporada do reality, que era de Gugu Liberato

O apresentador Rodrigo Faro comanda a 3ª temporada do Canta Comigo Antonio Chahestian/Record

São Paulo

Rodrigo Faro, 47, é um veterano das competições de talentos. Talvez por isso esteja se sentindo tão à vontade à frente da terceira temporada do Canta Comigo (Record), atração que ele passa a apresentar a partir deste domingo (25), às 18h, após o Hora do Faro.

"Conduzo a minha apresentação com um olhar de quem já esteve do lado de lá, porque já participei de muitos concursos na minha vida", diz ao F5 o ex-Dominó. "É você olhar para o candidato e saber que já esteve ali, naquele papel, então você acaba conhecendo e sabendo muito mais o que está passando na cabeça e no coração deles."

Nas duas primeiras temporadas, a atração foi conduzida por Gugu Liberato (1949-2019). Contudo, Faro já havia comandado o Canta Comigo Teen, versão só com jovens exibida dentro de seu programa de auditório, o Hora do Faro, em 2020.

O apresentador diz que haverá diferenças entre as duas versões. "O Canta Comigo, com adultos, traz muitas histórias de vida, não só o talento dos candidatos", adianta. "As histórias deles, de como chegaram até aqui, de luta, de trabalho, de perseverança, com a música e o talento em comum."

Faro, que já apresentou o Ídolos entre 2008 e 2011, afirma que se sente confortável com esse formato. "Gosto de apresentar programas de auditório, como já faço há tantos anos, mas os reality shows também são parte da minha formação de apresentador."

"É muito legal, depois de tanto tempo, ficar de novo à frente de um reality show, como foi com o Canta Comigo Teen e, agora, com a terceira temporada do Canta Comigo", comemora. "É um formato com o qual me identifico muito e gosto bastante de apresentar, mas a gente sempre tem que estar pronto para comandar e dar nossa cara, nosso DNA, a qualquer projeto."

Na atração, artistas de diversos estilos musicais se apresentam no palco. O objetivo é chamar a atenção do maior número de jurados (são cem ao todo). Quantos mais membros do júri se levantarem e cantarem junto, mais pontos. "Minha função é levantar a bola deles [dos cantores], acolher e incentivar para que continuem a viver de música", explica o apresentador.

Se o candidato conquistar todos os jurados, ele passa direto para a final da competição. Apenas neste último programa, o vencedor é escolhido pelo público em votação pela internet e recebe um prêmio milionário. Ao todo, a temporada terá 12 episódios.

Trata-se de uma adaptação do formato All Together Now, que pertence à Banijay (ex-Endemol Shine Group). O programa é gravado nos Estúdios Vera Cruz, em São Bernardo do Campo (Grande SP), com direção de Marcelo Amiky e direção-geral de Rodrigo Carelli.

Vale lembrar que a estreia estava inicialmente programada para o começo do mês. Porém, as gravações tiveram que ser interrompidas no início de março, após alguns casos de Covid localizados entre jurados e produtores.

Segundo nota encaminhada à época pela Endemol Shine Brasil, produtora responsável pelo programa, as pessoas infectadas foram afastadas. Com isso, as filmagens seguiram normalmente sem nenhum novo caso ter sido identificado.

"Está todo mundo muito ansioso, muito feliz e honrado de conseguir colocar um projeto tão grandioso como esse no ar, com tantos cantores, com tanta gente boa envolvida", revela Faro. "A gente está se dedicando demais a esse projeto para que seja um grande sucesso."

Na estreia, a Record promete momentos memoráveis com apresentações de músicas como "O Bêbado e o Equilibrista", conhecida na voz de Elis Regina, "The House of the Rising Sun", da banda The Animals; "Dê Um Rolê", dos Novos Baianos, e "Bridge Over Troubled Water', da dupla Simon e Garfunkel, entre outras.

"O público pode esperar vozes incríveis, lindas demais, e histórias de vida fortes", adianta o apresentador. "A terceira temporada será mais recheada de histórias, mais emocionante, e promete ficar marcada na minha vida de apresentador e na trajetória do programa."

"Não vamos conhecer apenas o cantor ali no palco, no momento da apresentação dele, vamos saber de onde ele veio, como a música entrou na vida dele, o que ele faz para sobreviver, pois é muito difícil apenas viver de música no nosso país", disse. "Vai ter muita emoção, muito talento, muita diversão."

CANTA COMIGO - 3ª Temporada

  • Quando Domingos, a partir das 18h
  • Onde Na Record
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem