Televisão
Descrição de chapéu jornalismo

Maju Coutinho pede desculpas por 'expressão infeliz' ao defender todos em casa

Jornalista disse que choro é livre ao vivo no Jornal Hoje

Maju Coutinho sorri com vestido azul claro, com ombro direito à mostra
Maju Coutinho - Divulgação
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

São Paulo

A jornalista Maju Coutinho, 42, se desculpou nesta quinta-feira (18) por ter usado a frase “o choro é livre” ao defender que todos fiquem em casa durante a pandemia em transmissão do Jornal Hoje (Globo), há dois dias. Segundo ela, foi uma “expressão infeliz”.

“Quis dizer que por mais amargas que sejam as medidas de isolamento, elas são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde, mas entendo perfeitamente os pequenos e médios empresários que são obrigados a manter os negócios fechados”, explicou ela.

Coutinho afirmou ainda que usou a expressão no improviso e que ela precisava de complemento. “Os especialistas são unânimes em dizer que essas são medidas indispensáveis agora para conter a circulação do vírus. O choro é livre, não dá para a gente reclamar, é isso que tem”, havia dito ela na terça-feira (16).

A frase da apresentadora gerou revolta de internautas, que criticaram ela e a Globo nas redes sociais. Entre xingamento e pedidos de explicação, muitos chamaram Coutinho de hipócrita. “Nem todo mundo vai para balada quando está na rua depois da meia-noite”, disse um internauta.

A Globo divulgou nota após o episódio defendendo Maju. “Maria Julia Coutinho quis dizer que, por amargas que sejam, as medidas de isolamento social são necessárias”, afirmou, apontando ainda que ela também pediu “agilidade do governo e do Congresso para atender os empresários e famílias necessitadas”.

A jornalista finalizou suas explicações, desta quinta, com um pedido de desculpas: “Me desculpem pela expressão e vamos nessa, bola pra frente”. A declaração de Coutinho foi elogiada por internautas nas redes sociais. “Parabéns pela atitude”, afirmou um. “Não precisa se desculpar, você falou de maneira certa”, disse outro.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem