Televisão

A Fazenda: Tati Quebra-Barraco diz que por meio milhão participaria do reality da Record

'O pessoal quer me ver muito lá dentro, então eu preciso me valorizar', disse ela

Tati Quebra Barraco no aniversário de 18 anos do Mc Gui
Tati Quebra-Barraco no aniversário de 18 anos do Mc Gui - AgNews
São Paulo

A funkeira Tati Quebra-Barraco, 39, disse que só participaria de A Fazenda 11 por um cachê na casa dos R$ 500 mil. O valor é muito acima do que a Record costuma pagar para os convidados do reality –na edição de 2018,  o cachê variou de R$ 30 mil a R$ 60 mil.

“O pessoal quer me ver muito lá dentro, então eu preciso me valorizar”, disse Tati, em entrevista o TV Fama, da RedeTV! 

A funkeira contou que não foi convidada pela emissora, mas não descartou entrar na atração. “Até agora, eu não recebi nenhum convite. Eu posso sentar para conversar. Mas o cachê é simples: R$ 500 mil. Tem que ser isso, porque é muita exposição para muita coisa. Eu só vou por muito dinheiro”, concluiu.

A 11ª edição de A Fazenda deve estrear em setembro, sob o comando novamente de Marcos Mion.

Outro nome cotado para o reality é o ator e cantor Rodrigo Phavanello. Ex-integrante da banda Dominó, Phavanello também já atuou em novelas da Globo e da Record.

Segundo o jornalista Fefito, da Jovem Pan, ele já recebeu o convite, mas ainda não deu sua resposta à Record. Também são sondados Ronan Souza, ex-namorado de Anitta, e o cantor Naldo.

A modelo Najila Trindade, que acusou Neymar de estupro e agressão (inquérito sobre o caso foi arquivado pela Justiça), também teve o seu nome especulado entre os participantes de A Fazenda.

Porém, se depender de Cosme Araújo, advogado dela, ela não deveria entrar no programa. "Nunca foi convidada nem oficialmente nem extraoficialmente. E a minha orientação a ela é que, caso seja convidada, para que não aceite", afirma.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias