Televisão

Pedro Mariano conta que 'só caiu a ficha' da morte de Elis Regina após dois meses

Ele tinha seis anos quando a mãe morreu

Pedro Mariano fala sobre a mãe, Elis Regina, para Faa Morena
Pedro Mariano fala sobre a mãe, Elis Regina, com Faa Morena - Andrea Dallevo/Divulgação
São Paulo

O cantor Pedro Mariano, 44, contou que demorou dois meses para "cair a ficha" sobre a morte da mãe, a cantora Elis Regina (1945-1982).  

“Eu perdi minha mãe aos seis anos e no dia seguinte estava na escola, e sabe como é criança né, eles não têm filtro nenhum [risos]. Então, eles faziam milhares de perguntas. Mas o fato de ir para escola me fez ter total noção do que estava acontecendo, e só caiu a minha ficha uns dois meses depois. Ali eu aprendi a lidar com a imprensa desde cedo”, relatou.

A declaração foi dada ao programa Ritmo Brasil, de Faa Morena, que vai ao ar na noite deste sábado (3), na RedeTV! 

Na atração, Mariano também falou que teve muita sorte de crescer em um ambiente repleto de música e que era rotineiro encontrar grandes artistas em casa. “Para mim era normal encontrar o Milton Nascimento na sala de casa, assim como João Bosco, Ivan Lins, Guilherme Arantes e Rita Lee”, afirmou o músico.

Além do artista, Faa Morena também recebe em seu sofá as cantoras Amanda Rodrigues e Flavia Bittencourt, falando sobre a carreira e levando muita música. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem