Televisão

Em 'O Sétimo Guardião', beatas repetem frase polêmica de ministra: 'Meninos vestem azul'

Esta é pelo menos a terceira vez que a afirmação é dita na novela

Mirtes (Elizabeth Savala) revela segredo e humilha Machado (Milhem Cortaz)
Mirtes (Elizabeth Savala) revela segredo e humilha Machado (Milhem Cortaz) - Paulo Belote/Globo
São Paulo

No capítulo da noite desta sexta-feira (29) na novela "O Sétimo Guardião", da Globo, as beatas lideradas por Mirtes (Elizabeth Savalla) repetiram a polêmica frase dita pela ministra Damares Alves, da pasta da Mulher, Família e Direitos Humanos: "Menino veste azul e menina veste rosa".

Esta é a pelo menos a terceira vez que a afirmação, com algumas variações, é dita na novela. O machista Nicolau (Marcelo Serrado) falou que "rosa é de menina, azul de menino" em capítulo em janeiro, quando discutiu com a mulher Afrodite (Carolina Dieckman) sobre a opção da filha Diana (Laryssa Ayres) em treinar caratê. 

Na terça-feira (26) foi a vez de Mirtes dizer a frase em conversa com Rita de Cássia (Flávia Alessandra), mulher do delegado Joubert Machado (Milhem Cortaz), que gosta de usar calcinhas.  “E o pecado do seu marido é gravíssimo porque a lei divina diz que os homens vestem azul e as mulheres vestem rosa.”

Já na noite desta sexta-feira (29), a beata vivida por Elizabeth Savalla revelou o segredo de Machado para toda a cidade. "O senhor Joubert Machado, autoridade máxima da nossa cidade, que se diz um homem de bem, de moral ilibada, na sua vida é um pervertido, um tarado, que só usa calcinha de mulher. TFP: Tradição, Família e Propriedade."

Na sequência, as beatas Roseane (Talita Fusco) e Liliane dizem (Simone Zucato): "Meninos vestem azul e meninas vestem rosa". Mirtes, então, complementa: "E homens usam cueca". Todos na cidade começam a rir de Machado, que teme ser linchado pela população. 

 

   

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem