Televisão

Mulher de Boechat diz que ele queria almoçar em casa e afirma: 'Pior dia da minha vida'

Veruska era casada com o jornalista desde 2005

Veruska Boechat lamenta a morte do marido
Veruska Boechat lamenta a morte do marido - Reprodução/Instagram
 
 

São Paulo

​A jornalista Veruska Boechat, mulher do apresentador Ricardo Boechat, publicou uma foto em seu perfil no Instagram ao lado do marido com a legenda: "Pior dia da minha vida". Mais cedo ela disse em entrevista à TV Globo que "ele queria almoçar em casa".

O jornalista Ricardo Boechat morreu após a queda de um helicóptero no Rodoanel. O apresentador voltava de um evento do laboratório Libbs, em Campinas, interior de São Paulo.

Lá ele participou de um "talk show" com o presidente da companhia por volta das 11h. Depois, pegou um helicóptero para voltar para a capital. 

A Band soube que o seu colaborador estava no helicóptero logo depois que ele caiu, mas decidiu que não divulgaria a informação até que a família fosse avisada.

Coube ao diretor de jornalismo da emissora, Fernando Mitre, a tarefa de contar para Veruska, que também trabalha na Band, sobre a morte do marido. 

Boechat era casado com Veruska desde 2005, com quem tinha duas filhas: Valentina, 12, e Catarina, 10. O jornalista tem outros quatro filhos do casamento com Claudia Costa de Andrade: Beatriz, 40, Rafael, 38, Paula, 36, e Patricia, 29.

O jornalista trabalhava atualmente no Grupo Bandeirantes de Comunicação, apresentando dois programas diários, A Notícia com Ricardo Boechat, um matinal na rádio BandNews FM, e o Jornal da Band à noite, na TV Bandeirantes. Ele tinha também uma coluna na revista semanal Istoé.

Na manhã desta segunda, Boechat falou em seu programa matinal no rádio sobre a sucessão de tragédias no país, como Brumadinho, e no ninho do Urubu, no Rio de Janeiro.

O corpo de Boechat foi velado durante esta terça-feira (12) no MIS (Museu da Imagem e do Som), na zona sul da capital paulista. Entre políticos, jornalistas, artistas e fãs, centenas de pessoas passaram pelo local desde a chegada do caixão, às 23h20 de segunda, sob uma salva de palmas dos presentes. 

O corpo do jornalista será cremado em uma cerimônia privada restrita à família, às 16h desta terça-feira, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem