Televisão

Morte de Ricardo Boechat deixa rádio BandNews alguns minutos tocando só a vinheta

Apresentadores se emocionam ao falar do colega

Ricardo Boechat
Ricardo Boechat - Casa de América

Gilmara Santos
São Paulo

Os apresentadores Eduardo Barão e Carla Bigato, que compartilhavam a bancada do jornal na BandNews FM com Ricardo Boechat, e a editora-executiva do programa Sheila Magalhães não seguraram as lágrimas ao falar sobre o colega de trabalho no início da tarde desta segunda-feira (11). Diante da emoção dos apresentadores, a programação da rádio chegou a ser interrompida por alguns minutos.

O apresentador José Luiz Datena também chorou ao noticiar a morte do amigo. Os colegas de bancada explicaram que a emissora noticiou ao vivo a queda do helicóptero e nos bastidores tentavam mais informações.

Boechat pousaria na Band pouco depois do meio-dia e a coincidência do horário e local da queda deixaram os colegas apreensivos e contando os minutos, relataram eles.

Os apresentadores relembraram a trajetória do colega, comentaram que a vida pessoal dele se confundia com a profissional e que por diversas vezes ele divulgou o número do seu celular pessoal ao vivo na rádio.

Emocionados, o programa foi interrompido e uma vinheta ficou no ar por alguns minutos. Na volta, mais choro e emoção quando Sheila voltou a ler a notícia do falecimento do colega. 

O jornalista Ricardo Boechat morreu após a queda de um helicóptero no Rodoanel. O apresentador voltava de um evento do laboratório Libbs, em Campinas, interior de São Paulo. Lá ele participou de um "talk show" com o presidente da companhia por volta das 11h. Depois, pegou um helicóptero para voltar para a capital. 

O evento faz parte da oitava convenção da empresa farmacêutica, que ao receber a notícia da morte do jornalista decidiu cancelar as palestras agendas para a tarde desta segunda-feira.

O corpo de Boechat foi velado durante esta terça-feira (12) no MIS (Museu da Imagem e do Som), na zona sul da capital paulista. Entre políticos, jornalistas, artistas e fãs, centenas de pessoas passaram pelo local desde a chegada do caixão, às 23h20 de segunda, sob uma salva de palmas dos presentes. 

O corpo do jornalista será cremado em uma cerimônia privada restrita à família, às 16h desta terça-feira, no Cemitério Horto da Paz, em Itapecerica da Serra, na Grande São Paulo. 

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem