Televisão

Diretor rebate acusação de apresentador do Globo Esporte que se demitiu ao vivo

PC Norões mandou indireta para Kaio Cézar nas redes sociais

Kaio Cézar, jornalista da TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará
Kaio Cézar, jornalista da TV Verdes Mares, afiliada da Globo no Ceará - Reprodução/Instagram/kaiocezar_ce
Paulo Pacheco
São Paulo

​Diretor do Sistema Verdes Mares, grupo que comanda a afiliada da Globo no Ceará, PC Norões rebateu indiretamente a acusação do apresentador Kaio Cézar, que se demitiu ao vivo no Globo Esporte local, neste sábado (16). Em sua rede social, o jornalista disse que o ex-chefe o assediou moralmente, o boicotou de telejornais e narrações e ofendeu sua família.

PC Norões trancou seu perfil no Instagram logo após o desabafo de Kaio Cézar no Facebook, revelando os motivos pelos quais se demitiu no ar. Ele publicou uma frase atribuída ao empresário Edson Queiroz (1925-1982) sobre injustiça e ingratidão.

"Se algum dia vocês forem surpreendidos pela injustiça ou pela ingratidão, não deixem de crer na vida, de engrandecê-la pela decência, de construí-la pelo trabalho!", diz a frase postada por PC Norões em sua rede social.

Acusações

Kaio Cézar, que estava há mais de 11 anos no Sistema Verdes Mares, culpou o diretor Paulo César Norões, como o principal responsável pela sua atitude no ar, e disse que sentia-se perseguido e desprestigiado.

"Arrogante, ele nunca soube lidar com quem pensa diferente, principalmente os que julga inferiores. E eu, por ter raízes, convicções - políticas e esportivas - e personalidade extremamente opostas nunca fui respeitosamente aceito por ele. Lembro-me que um dia, no meio de uma reunião do esporte, quando era nosso editor-chefe, mandou-me 'tomar no cu' por ter discordado dele. Curioso é que pouco antes, quando eu ainda estava na TV Diário, outra emissora do SVM, ele havia tentado me barrar da cobertura da Copa das Confederações sob a alegação de que eu era 'tímido demais', nas palavras do diretor Roberto Moreira, diretor da TV Diário", disse.

"Em meio a tantos fatos que configuram perseguição, certa vez PC Norões se dirigiu a mim e proferiu ofensas à minha família que não as repito aqui porque tenho dois filhos, entre eles uma enteada, e poderia expor pessoas que não tem nada a ver com a história. Só adianto uma coisa, não tem nada a ver com traição da minha mulher, como inventaram de ontem para hoje. E foi assim que pouco a pouco me escantearam, sem qualquer pudor ou respeito por mim, um profissional que se dedica há tanto tempo à mesma empresa, e que foi avaliado como sendo de 'bom caráter' ao ser promovido de uma emissora a outra dentro do SVM", prosseguiu.

UOL
ERRAMOS: O conteúdo desta página foi alterado para refletir o abaixo

Diferente do que indicava o título da matéria, o jornalista pediu demissão do Globo Esporte e não do Globo Repórter.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Mais lidas