Televisão

Intérprete de Lázaro em 'Jesus', Vandré Silveira afirma que personagem transformou sua vida

Ator entra na trama de Paula Richard na próxima quarta-feira

O ator Vandré Silveira
O ator Vandré Silveira - Leo Avers/Divulgação
Cris Veronez
Rio de Janeiro

"Em qualquer trabalho que me proponho a fazer, eu mergulho de forma vertical. É impossível a história de Lázaro não transformar minha própria vida.” É com essa entrega que o ator Vandré Silveira, 37, estreia na novela "Jesus", da Record, na próxima quarta (29).

Ressuscitado quatro dias após sua morte, a passagem de Lázaro faz parte da sequência dos milagres de Jesus (Dudu Azevedo). "Vejo essa história de forma simbólica, que pode ser interpretada de várias maneiras, independentemente de religião. O milagre da ressurreição é a transformação desse homem. A gente fala de um renascimento. Estou encarando nesse sentido”, afirma Silveira.

Desde que o papel chegou em suas mãos, o ator não só fez a imersão artística no universo do personagem, como também iniciou uma transformação pessoal. "Para mim, o maior ensinamento que Jesus nos passou foi o da empatia, de se colocar no lugar do outro. Acho que a gente pouco faz isso no nosso dia a dia."

Com um currículo recheado de peças teatrais, trabalhos no cinema e em canais por assinatura ao longo de 17 anos de carreira, Silveira festeja agora o seu primeiro grande personagem na TV aberta. Isso porque a história de Lázaro vai além da passagem da ressurreição, que é a mais conhecida pelo público.

Os pais de Lázaro foram grandes amigos de Maria (Cláudia Mauro) e José (Michel Bercovitch) –amizade que se estendeu aos filhos. Ele e as irmãs Marta (Dani Moreno) e Maria de Betânia (Jessika Alves) produziam produtos em sua propriedade rural, que vendem em Jerusalém.

Na novela, quando Lázaro adoece gravemente e morre, Jesus chega quatro dias após o sepultamento do amigo, ordena que a pedra do túmulo seja removida e ora em voz alta. Lázaro, então, retorna à vida e sai do túmulo. "Vamos conhecer esse cotidiano, um pouco mais do homem Lázaro, até chegar no momento do milagre", antecipa o ator.

Ele também revela que Lázaro pode ter um romance com a gladiadora Susana (Barbara Reis). "Ela é uma mulher forte, à frente de seu tempo”, destaca o ator.

A autora da trama, Paula Richard, conta que a personagem foi concebida especialmente para que a atriz Barbara Reis fosse incluída no folhetim. "O respeito à Bíblia é total, mas o que não tem lá a gente inventa", afirma. "Susana foi criada para dar espaço a personagens negros. E nesse caso é difícil, porque os personagens bíblicos não eram negros. A origem deles era hebraica, romana."

‘DUDU É LUZ’

Animado para gravar com Dudu Azevedo, que até então não conhecia pessoalmente, Silveira elogia a atuação do protagonista. "Está bonito ver o trabalho do dele. Dudu está trazendo uma serenidade, uma paz. Está muito bem colocado. Ele é um cara muito amoroso, gente boa, que transmite luz. Acho que os personagens acabam nos escolhendo." 

O intérprete de Lázaro também destaca o momento em que encontrou com Azevedo na entrevista coletiva da novela: "Foi muito simbólico. A gente se cumprimentou, ele abaixou e tocou a cabeça dele na minha. Achei bonito esse encontro. Lázaro era um dos melhores amigos de Jesus".

MENSAGEM UNIVERSAL

Preocupado com a violência e a impunidade que assolam o país, Vandré Silveira diz que este é um bom momento para se pensar na mensagem de Jesus. "As pessoas estão mais irritadas e reagindo a tudo de forma muito intensa. A violência está aumentando. Temos gente disposta a qualquer coisa politicamente para frear essa insatisfação. Dá medo, porque essas pessoas que prometem resolver o problema são as que estão cerceando a liberdade de expressão, de pensamento, de diversidade. É preocupante."

O ator afirma que a história de Cristo não precisa ser interpretada sob uma ótica necessariamente religiosa, mas sim vista como fonte de inspiração, lição de amor e de transformação. "Essa história é universal e a potência dela está nisso", ressalta. "Se colocar no lugar do outro é um exercício que muda radicalmente a nossa postura. Não é fácil, mas é um caminho importante."

CARREIRA

Lázaro é o primeiro personagem bíblico de Vandré Silveira. Na TV fechada, ele atuou em séries como “Amor Veríssimo” (GNT, 2014) e “A Segunda Vez” (Multishow, 2014). Há 12 anos no Rio, o ator mineiro está em cartaz no eixo Rio-SP com o longa “Rio Mumbai” (2018), dirigido por Pedro Sodré.

No teatro, sua última temporada foi no no Teatro Poeirinha, no Rio, com “Fernese de Saudade”, am abril. Com o monólogo, criado em 2012, ele conquistou o prêmio de Melhor Ator no Festival Home Theatre (RJ, 2014) e Melhor Cenário no 2o Prêmio Questão de Crítica (2013).

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias