Televisão

'Beleza não é o único caminho para conseguir a empatia das pessoas', diz ator Caco Ciocler

Para fazer Edgar em 'Segundo Sol', mudou hábitos e passou a malhar

Caco Ciocler durante ensaio para a revista Quem
Caco Ciocler durante ensaio para a revista Quem - Dêssa Pires
São Paulo

Assim que apareceu na pele de Edgar, nas primeiras cenas da novela “Segundo Sol”, Caco Ciocler entrou para os assuntos mais comentado nas redes sociais, ganhou apelidos sedutores dos fãs e participou de programas para falar sobre saúde. Apesar disso, o ator garante que ser galã é um estado construído: “Não sou eu”. 

“Eu queria que as pessoas percebessem essa minha capacidade de transformação, por acaso agora para um galã. Me incomodou acharem que eu tinha virado um muso fitness e que tinha feito isso porque eu quis”, afirmou Ciocler em entrevista à revista Quem. 

Aos 46 anos e recém-tornado avô, o ator afirmou que gostou da reação das pessoas à sua transformação, mas destaca que ela ocorreu, principalmente, por conta do personagem e chega a admitir que já está relaxando um pouco. “Já estou comendo pizza, vi uma cena de cueca que achei estranha (risos)”. 

​Ciocler também contou que deixou de fazer um personagem, há cerca de dois anos, porque não o acharam bonito o suficiente. “Eu tinha certeza de que faria muito bem o papel. É uma ditadura burra, uma besteira, porque beleza é construída e estou tentando provar isso”, opinou.

“O carisma pode vir de várias maneiras. Se for uma pessoa extremamente bonita, gostosa, pode ter uma energia que prende. Uma pessoa muito engraçada, um puta talento, uma alma inacreditável, também prende as pessoas. Então, a beleza não é o único caminho para conseguir a empatia das pessoas, mas é um caminho muito poderoso”. 

Ciocler, estreou na Globo em 1996, em “O Rei do Gado”. Na época, ele chegou a largar a faculdade de engenharia química para se dedicar em tempo integral a carreira de ator. Desde então, já esteve em 28 novelas da emissora. No último ano, antes de começar a gravar a trama das nove, fez uma participação especial em “Deus Salve o Rei”.

No mês passado, ele comemorou o nascimento da primeira neta, Elis, filha de sei filho, Bruno Lorenzon Ciocler, 21. “Bem-vinda ao mundo minha neta, louco pra te mostrar as coisas incríveis que tem por aqui”, postou na ocasião nas redes sociais. A novidade lhe rendeu o apelido de “vovô muso” por parte dos fãs. 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias