Televisão

Zezé Motta diz que Marília Pêra foi sua grande conselheira

Atriz e cantora interpretou a Grande Mãe do quilombo em 'O Outro Lado do Paríso'

Zezé Motta como a Grande Mãe em cena de 'O Outro Lado do Paraíso' (Globo)
Zezé Motta como a Grande Mãe em cena de 'O Outro Lado do Paraíso' (Globo) - Raquel Cunha/Globo

Sarah Mota Resende
São Paulo

Em "O Outro Lado do Paraíso", novela da Globo que chega ao fim nesta sexta (11), Zezé Motta, 73, deu vida à Grande Mãe, conselheira de um quilombo no Jalapão (TO).  

E, se na trama assinada por Walcyr Carrasco a personagem de Zezé foi a responsável por orientar a comunidade, na vida real a atriz e cantora afirma que também teve, e ainda tem, grandes conselheiros, como a atriz Marília Pêra, que morreu em 2015, aos 72 anos.  

"Minha mãezinha, que está com 93 anos, foi a minha principal conselheira desde cedo e até hoje. Na carreira, minha maior conselheira foi Marília Pêra. Meu primeiro trabalho profissional, "Roda Viva" [peça de 1967 de Chico Buarque com direção de Zé Celso], eu fiz com ela. Ficamos amigas irmãs e comadres. Eu tenho muito orgulho disso", diz.

"E na militância eu tive a antropóloga Lélia Gonzalez, com quem eu fiz um curso de cultura negra para entender melhor a nossa cultura e como funciona o nosso país com relação aos negros", completa. 

Com o fim da novela, Zezé Motta sai em turnê com seu novo disco, "O Samba Mandou Me Chamar", projeto antigo que ganhou fôlego este ano. "Só aconteceu agora porque tudo tem seu tempo, acho que nada acontece antes do tempo e eu estou feliz de estar realizando esse sonho."

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem