Televisão

Assediada ao vivo com beijo de torcedor, repórter faz desabafo em rede social  

'Sou repórter de futebol, sou mulher e mereço ser respeitada', disse Bruna Dealtry 

A repórter do Esporte Interativo Bruna Dealtry
A repórter do Esporte Interativo Bruna Dealtry - Reprodução Instgarm/brunadealtry

São Paulo

Assediada ao vivo com um beijo de um torcedor enquanto trabalhava, a repórter Bruna Dealtry, do canal Esporte Interativo, desabafou em uma rede social sobre o episódio ocorrido nesta terça (13). 
 
"Senti na pele a sensação de impotência que muitas mulheres sentem em estádios, metrôs, ou até mesmo andando pelas ruas. Um beijo na boca, sem a minha permissão, enquanto eu exercia a minha profissão", escreveu. [...] "Sou repórter de futebol, sou mulher e mereço ser respeitada."
 
A profissional estava no meio da torcida do Vasco, perto da entrada do estádio São Januário, no Rio de Janeiro, quando um torcedor a beijou sem seu consentimento e deu as costas para a câmera, rindo. Dealtry seguiu trabalhando após breve comentário: "Isso não precisava, ? Não foi legal". 
 
Em nota enviada à imprensa, o Esporte Interativo lamentou o ocorrido. "Temos um time grande de mulheres trabalhando nas mais diversas funções, inclusive na frente das câmeras, e temos plena confiança na competência dessas profissionais que, nas ruas ou nos estádios, enfrentam dificuldades comuns da profissão. [...] Ontem, ninguém se divertiu. Pedimos respeito a todos os profissionais, a todas as mulheres e que siga o jogo dentro das regras, confiando nas pessoas e no espírito esportivo."
 
Nesta quarta (14), o homem, que se apresentou como Júnior, gravou um vídeo de retratação e com pedido de desculpas à repórter e à sua família. "Eu não sou isso daí que você imaginando, Bruna. [...] Eu estou totalmente errado, totalmente envergonhado. Eu não queria fazer aquilo, mas eu bebi e fiz, to todo errado. Acho que você está 100% na razão de reclamar", disse o torcedor do Vasco em vídeo. 

 
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem