Nerdices

Prêmio eSports Brasil 2019 destaca game 'Free Fire' e jogadoras mulheres

Jogo venceu todas as categorias em que figurou

Vencedores do Prêmio eSports Brasil 2019
Vencedores do Prêmio eSports Brasil 2019 - Nelson Born/Divulgação
Jéssica Nakamura
São Paulo

A noite desta quinta-feira (19) foi de fortes emoções para Camilota XP, responsável pelos bastidores do Prêmio eSports Brasil 2019 ao lado de Gordox. A apresentadora foi eleita personalidade do ano pelo júri técnico, tornando-se a primeira mulher a conquistar sozinha um troféu na história da premiação que reconhece os melhores atletas do ano nos esportes eletrônicos. 

Antes dela, apenas Nicolle "Cherrygumms" havia subido ao palco em 2018, mas para receber o prêmio de melhor organização em nome do Black Dragons. “Como atriz, eu sempre tentei ganhar algum prêmio. Isso aqui é mais uma prova de que estou no caminho certo”, disse Camilota, emocionada.

Embora tenha sido pioneira, Camilota não foi a única representante da ala feminina a ser premiada na terceira edição do evento. Única finalista mulher a ser reconhecida pelo júri popular, Ana Xisdê levou para casa o troféu de melhor caster por sua atuação no "Free Fire".

Além das vencedoras, Thiago Milhazes, head de Comunicação e Marketing eSports da Go4it, uma das idealizadoras do prêmio, destaca também a participação da Win98, finalista na categoria Overwatch, de caráter competitivo.

“Isso chancela as mulheres como um expoente muito forte no esporte eletrônico, o que é muito importante para mostrar que não é uma coisa só de homens, é para todo o mundo”, afirmou Milhazes.

E por falar em "Free Fire", o jogo da Garena foi o grande destaque desta edição do Prêmio eSports Brasil. O game venceu em todas as categorias em que figurou direta ou indiretamente –incluindo o de melhor jogo, que ficou com o League of Legends nos últimos dois anos.

Três deles foram conquistados por Bruno "Nobru" Goes, único indicado da noite a levar mais de um prêmio para casa: melhor jogador de "Free Fire", atleta de eSports do ano (escolhido entre os melhores de cada jogo) e craque da galera (com votação realizada exclusivamente pelo Twitter).

Milhazes acredita que o "Free Fire" tem participação significativa na democratização do esporte eletrônico. “O Nobru, que foi o vencedor da noite, veio da periferia e disse que, quando sai de casa e pergunta às crianças o que elas querem ser quando crescer, muitas querem ser jogadoras de "Free Fire", não mais só de futebol. É uma grande forma de gerar oportunidades para essas pessoas também”, afirmou.
 

NOVAS CATEGORIAS

Sediado no auditório do Memorial da América Latina nesta quinta-feira (19), o Prêmio Sports Brasil 2019 foi apresentado por Nyvi Estephan e pelo jornalista Chandy Teixeira e contou com a participação de personalidades como o lutador de UFC Júnior Cigano e o locutor esportivo Milton Leite. Os shows dos intervalos ficaram por conta de Rincon Sapiência, Haikaiss, Agnes Nunes e Lexa.

Na terceira edição do evento, quatro novas modalidades foram adicionadas: fighting games, battle royale, free fire e melhor caster, totalizando 20 categorias –15 técnicas, definidas por um júri de 60 especialistas, e cinco decididas por voto popular.

Conheça os vencedores do Prêmio eSports Brasil 2019:

Atleta de eSports do ano - Bruno "Nobru" Goes
Melhor atleta de Rainbow Six Siege - Rafael "mav" Freitas
Melhor atleta de Card Games - Lucas "Rase" Guerra (Hearthstone)
Melhor atleta de Fighting Games - Raphael "Zenith" Puglielli (Street Fighter V)
Melhor atleta de Mobile Games -  William "Marinaul" Moreira (Clash of Clans)
Melhor atleta de Dota 2 - Rodrigo "Lelis" Santos
Melhor atleta de Futebol Virtual - Guilherme "GuiFera" Fonseca (PES)
Melhor atleta de Battle Royale - Igor "DrakoNz" Fernandes (Fortnite)
Melhor atleta de Free Fire - Bruno "Nobru" Goes
Melhor atleta de Overwatch - Murilo "murizzz" Tuchtenhagen
Melhor atleta de Outras Modalidades - Juan "JSchritte" Freitas (Teamfight Tactics) 
Melhor atleta de CS:GO - Gabriel "FalleN" Toledo 
Melhor atleta de League of Legends - Felipe "brTT" Gonçalves
Atleta Revelação - Samuel "Level Up 007" Lima (Free Fire)
Personalidade do ano - Camilota XP
Melhor Caster - Ana Xisdê
Melhor Jogo - Free Fire
Melhor Organização - Corinthians (Free Fire)
Melhor Streamer - Lucio "Cerol" dos Santos 
Craque da Galera (voto popular exclusivamente pelo Twitter) - Bruno "Nobru" Goes (Free Fire)

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem