Nerdices

Microsoft prepara lançamento de videogame que deve suceder o Xbox

Videogame deve ser lançado no final de 2020

Teatro da Microsoft para anuncio do Xbox E3 2019
Teatro da Microsoft para anuncio do Xbox E3 2019 - Christian Petersen/Getty Images/AFP
Los Angeles

A Microsoft divulgou, neste domingo (9), imagens da sua próxima geração de consoles. Conhecido como "Projeto Scarlett", o novo videogame vai suceder Xbox e deve ser lançado até o final de 2020.

O aparelho será quatro vezes mais potente que o console Xbox One X e será equipado com chip da AMD, afirmou a companhia durante a conferência do Xbox na feira de entretenimento eletrônico E3, em Los Angeles.

O vice-presidente executivo de jogos da Microsoft, Phil Spencer, apresentou o "Project Scarlett", como um Xbox de nova geração que dará aos criadores de jogos "o poder que necessitam para tornar realidade suas visões criativas", durante um evento com jornalistas anterior à abertura da E3.

Anuncio do novo Microsoft Xbox, o Project Scarlett
Anuncio do novo Microsoft Xbox, o Project Scarlett - Mark Ralston/AFP

"Dois meses atrás, conectamos todos os desenvolvedores do Xbox ao Projeto xCloud. Agora, o serviço de streaming de console transformará seu Xbox One em seu servidor xCloud pessoal e gratuito", disse Spencer. "Quer esteja jogando em um console conectado ao nosso centro de dados ou no seu console em casa, em outubro o jogador poderá utilizar a nossa nuvem para jogar onde quer que vá."

O console conseguirá trabalhar com imagens de até 120 quadros por segundo, ou o dobro da média de uma TV, e incluirá unidade de armazenamento SSD, permitindo que os jogos sejam carregados muito mais rápido do que os instalados em discos rígidos.

A versão mais recente do popular videogame "Halo", da Microsoft, será lançada junto com o novo console. A Microsoft também anunciou 14 jogos da Xbox Game Studios, incluindo "Gears 5". A empresa luta no terreno dos videogames com a Sony, que trabalha em um novo PlayStation, enquanto ambos enfrentam mudanças no setor com o auge de videogames alojados em serviços de streaming a partir da nuvem.

A companhia disse que seu serviço de streaming de jogos "Project xCloud" será lançado em outubro.  A abertura da E3 coincide com a busca do Google de capitalizar essa tendência com seu novo serviço Stadia, que permite aos usuários acessarem jogos na nuvem a partir de qualquer dispositivo conectado, e que deve ser lanlado em novembro.

No ano passado, a indústria de videogames gerou US$ 135 bilhões (R$ 520,6 milhões) no mundo todo, e US$ 43,4 bilhões (R$ 167 milhões) nos Estados Unidos.

AFP e Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias