Música

Letra de 'Times They Are A-Changin' de Bob Dylan está à venda por R$ 11,6 milhões

'Não é um leilão', disse proprietário de empresa especializada em autógrafo

O cantor Bob Dylan
O cantor Bob Dylan - Mark Makela-17.jun.2017/Reuters
Jill Serjeant
Los Angeles

O manuscrito do clássico de Bob Dylan dos anos 1960 "The Times They Are A-Changin" foi colocado à venda por US$ 2,2 milhões (R$ 11,6 milhões), o que pode marcar um recorde mundial para uma letra de rock.

Gary Zimet, proprietário da empresa de Los Angeles Moments in Time, especializada em autógrafos, fotos e documentos históricos, disse neste domingo (19) que a folha de uma página com a letra da música, escrita em um caderno e com trocas e rabiscos, era originalmente do atual agente de Dylan, Jeff Rosen, e agora está sendo vendida por um colecionador particular anônimo.

"Não é um leilão. É uma venda particular. Primeiro a chegar, primeiro a pegar", afirmou Zimet. A letra manuscrita de Dylan para "Like a Rolling Stone" alcançou um recorde mundial de US$ 2 milhões (R$ 10,5 milhões) ao ser vendida em leilão pela Sotheby's em Nova York, em 2014.

"The Times They Are A-Changin'", escrita por Dylan em 1963 e lançada no álbum de 1964 com o mesmo nome, é considerada uma das canções de protesto mais icônicas da década de 1960. Zimet disse que também está vendendo as letras de duas outras músicas de Dylan –a faixa "Subterranean Homesick Blues", de 1965, por US$ 1,2 milhão (R$ 6,4 milhões), e a balada de 1969 "Lay Lady Lay", por US$ 650 mil (R$ 3,4 milhões).

Manuscrito "The Times They Are-A-Changin"
Manuscrito "The Times They Are-A-Changin" - Time/Handout via Reuters
Manuscrito "Lay Lady Lay"
Manuscrito "Lay Lady Lay" - Time/Handout via Reuters
Reuters
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem