Música

Marília Mendonça volta aos palcos em São Paulo e revela nervosismo

Cantora retorna de licença-maternidade após nascimento do filho, Leo

A cantora Marília Mendonça em show com um macacão de couro vermelho, que tem apenas um manga comprida e bufante

A cantora Marília Mendonça faz show em São Paulo, o primeiro depois do nascimento de seu filho, Leo Lucas Ramos-6.mar.2020/AgNews

São Paulo

Ao som de "Bebi Liguei", Marília Mendonça, 24, foi ovacionada pelo público em sua volta aos palcos nesta sexta-feira (6), no Espaço das América, na zona oeste de São Paulo. A cantora, que ficou parada por quase cem dias após ter se tornado mãe de Leo, de dois meses, não esconde a saudade de se apresentar.

Com repertório atualizado, Mendonça não esqueceu dos sucessos antigos como "Infiel", "Eu sei de Cor" e "Ciumeira". Sempre trocando palavras de afeto com os fãs, a cantora foi recebida com gritos e presentes de pelúcia jogados no palco.

O nervosismo tomou conta e, em alguns momentos, Marília Mendonça pediu a ajuda do público para cantar as canções mais românticas como "Tentativas" e "De quem é a Culpa". "Amo vocês demais", afirmou a sertaneja ao fim de diversas músicas.

Apesar dos momentos emotivos, a cantora surpreendeu o público ao tocar sucessos de Anitta e Ludmilla; "Invocada" e "Combatchy". A nova setlist é uma das marcas registrada da turnê "Todos os Cantos", que vai continuar a percorrer o Brasil em 2020. Projeto que virou série documental na Globoplay, “Todos os Cantos” nasceu do desejo de Mendonça de agradecer ao público que a segue e que a ajudou a torná-la o fenômeno musical que é hoje.

"Estou bem feliz e bem resolvida. Meu medo de voltar era não estar assim", disse Marília Mendonça antes de subir ao palco, durante a entrevista coletiva. Questionada se deixaria de lado as músicas de sofrência, marca de sua carreira, após ter se tornado mãe, a artista afirmou que sabe separar as coisas.

"Hoje sei separar essas coisas. Sei reconhecer meu mercado, meu gado [risos]. Sei o que o meu público quer escutar. É bom saber dividir isso", disse a cantora, que está namorando com o cantor e compositor Murilo Huff.

Com a chegada de Leo, Marília Mendonça diz que pensa em diminuir o ritmo de shows em 2020 –no ano passado, a cantora estava com uma média de 15 a 20 shows mensais. "Vamos até o final de 2020 se Deus quiser". A escolha da cidade de São Paulo para marcar seu retorno aos palcos não foi por acaso, mas a cantora "brinca que aconteceu". "Foi meio decidido na hora, mas eu topei. Falei: 'Vamos fazer, bora!' E deu certo".

PARTICIPAÇÃO NO DVD DO NAMORADO

Um mês após o nascimento do Leo, em dezembro do ano passado, Marília Mendonça participou da gravação do DVD do namorado. Murilo Huff gravou a segunda parte do projeto "Pra Ouvir Tomando Uma", em Goiânia.

Apesar de sua participação ter sido anunciada dias antes do show, Mendonça apareceu de surpresa no palco para cantar a nova música inédita composta pelos dois, “Frieza”, que fala sobre um relacionamento conturbado.

Para isso, a cantora contou com o apoio da sua mãe, Ruth, que ficou com Leo enquanto ela marcava presença na gravação do namorado. Nas redes sociais, a goiana chegou a brincar ao dizer que "só o papai para tirar a mamãe-grude de casa", e completou afirmando que não poderia deixar de fazer parte de um momento tão especial.

 

'PROJETO TODOS OS CANTOS'

Iniciado no começo de 2019, o projeto "Todos os Cantos" ganhará continuidade com a volta da cantora à estrada. Com o intuito de gravar uma música inédita em cada capital do Brasil, Marília Mendonça já conseguiu percorrer por 19 capitais. A ideia é, não só, fazer shows gratuitos por todo o país, mas também participar da divulgação de tudo isso feita principalmente na rua, no corpo a corpo com o público.

"É um Projeto bem solto. Não temos uma data finalizada pra ele mas vamos continuar com ele...", disse a cantora. Sucessos como "Bem Pior que Eu", "Todo Mundo Vai Sofrer", "Supera", "Bebi Liguei", "Ciumera", "Apaixonadinha", entre outros, compõe o projeto de sucesso "Todos os Cantos."

Com apenas quatro anos de carreira, Marília Mendonça escolheu iniciar a turnê "Todos os Cantos" no Norte e Nordeste do país, por ser regiões que ela conhecia menos, apesar de ter ritmos locais como referência, como o forró e o brega.

A DESPEDIDA DOS PALCOS

A cantora se despediu dos palcos para sua licença-maternidade pouco antes do nascimento do filho, que nasceu em 16 de dezembro de 2019. Com isso, seu último show foi no dia 30 de novembro em Caxias do Sul (RS), quando ela anunciou que faria a pausa na carreira para se dedicar a seu primeiro filho.

A despedida ao vivo veio acompanhada de uma mensagem emocionante publicada nas redes sociais. Ao lado de uma foto sua chorando no show, ela escreveu um grande texto em que lamenta ter que parar "no meu auge".

"Só Deus sabe o quanto fui feita pra isso, pois nem eu mesma sei. Depois de achar que nada seria maior do que esse amor, me deparei com a notícia mais maluca da minha vida. Nem nos meus maiores sonhos eu imaginaria que sentiria algo tão forte assim. Deus mandou de presente o maior sentimento do mundo, pra me mostrar que se ainda não havia morrido de amor, tinha chegado a hora. Estou dando uma pausa no meu auge, literalmente. O auge do meu amor, o auge da minha vida, o auge da minha felicidade, o auge do meu crescimento como mulher, o auge do meu amadurecimento." escreveu a cantora em seu desabafo.

O ano de 2019 consagrou a carreira de Marília Mendonça que vinha em ascensão no ano anterior. Ela foi a mais ouvida na plataforma Deezer no Brasil e ficou em terceiro lugar entre os mais escutados do mundo. A goiana deixou para trás Zé Neto e Cristiano (2º), Gusttavo Lima (3º) e Anitta (4º). Entre os top 10 de 2019, sete foram do gênero sertanejo. ​

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem