Música

Chitãozinho e Xororó convocam fãs para cantar 'Evidências' na janela, mas tem pouca adesão

Sandy faz a alegria dos fãs ao apresentar música em live no Instagram

Chitãozinho e Xororó - Mariana Pekin/UOL
São Paulo

Apesar de ter tido o incentivo de Chitãozinho e Xororó, a campanha virtual para que as pessoas cantassem "Evidências" na janela de suas casas, na noite desta sexta (20), não deu muito certo.

Em São Paulo, poucos aderiram ao karaokê comunitário, que estava marcado para às 19h. No Tatuapé, Jardins, República e Santa Cecília nenhuma cantoria foi ouvida. Já na Bela Vista, a música foi entoada de forma bem tímida e por um pequeno grupo.

A campanha surgiu nas redes sociais e foi estimulada por Chitãozinho e Xororó. Os músicos pediram que quem aderisse ao movimento marcasse vídeos nas redes sociais com a hashtag #EvidênciasNaJanela. Mas até às 19h40 desta sexta poucos vídeos tinham sido publicados sobre o assunto.

Mas na internet, Sandy agradou os fãs ao cantar a música em uma live no Instagram ao lado do marido, Lucas Lima, e do pai, Xororó.

Para a dupla, a ideia da campanha era uma forma de melhorar o ânimo das pessoas por causa da pandemia do novo coronavírus. "Temos que nos unir para trazer mais leveza para esse momento. Estamos ansiosos para ver o resultado”, disse Chitãozinho.

Pesquisa de 2017 apontou que "Evidências" é a música mais cantada nos karaokês do Brasil. Segundo um estudo feito pelo KWC Brasil, organização que promove o Campeonato Mundial de Karaokê, "Evidências" chega a ser cantada, em média, 5,2 vezes por noite —para chegar a esse dado, a organização consultou cerca de duas mil casas de karaokê em todo o país.

OUTRAS INICIATIVAS

Artistas de todo o mundo estão fazendo vídeos e lives na internet como forma de prestar solidade e entreter as pessoas durante a pandemia do coronavírus. A atriz Gal Gadot, conhecida como a heroína Mulher-Maravilha dos cinemas, fez um vídeo colaborativo com outros artistas no qual cada um canta um trecho da música “Imagine”, de John Lennon.

A ideia é inspirada na onda de cantoria pelas janelas e varandas de quem está em quarentena pelo mundo, sobretudo na Itália.

No vídeo, além de Gal, participam nomes como a atriz Natalie Portman, o apresentador Jimmy Fallon, a cantora Sia e os atores Mark Ruffalo, Amy Adams e Kristen Wiig.

“Nós estamos juntos e passaremos por isso juntos”, postou Gal em legenda do vídeo.

SHOWS CANCELADOS

Artistas como Ivete Sangalo, Chitãozinho & Xororó e Wesley Safadão tiveram shows adiados em São Paulo por conta da pandemia do coronavírus. As apresentações aconteceriam nas próximas semanas no Espaço das Américas.

De acordo com Marco Antonio Tobal Junior, diretor do Espaço das Américas e do Villa Country, o adiamento partiu de um comum acordo entre os estabelecimentos e os artistas. “Estamos todos preocupados e engajados para colaborar com a situação”, afirma.

Para enfrentar o momento de reclusão, artistas e produtores ao redor do mundo estão se movimentando para levarem seus trabalhos para a internet No Brasil, nomes como o guitarrista Kiko Dinucci e a cantora Paula Fernandes já agendaram shows online

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem