Música

The Pussycat Dolls deve lançar novas músicas e turnê mundial, diz jornal

Grupo marcado por sucessos como 'Don't Cha' pode voltar dez anos depois

The Pussycat Dolls - Instagram/pusycatdolls
São Paulo

O grupo feminino The Pussycat Dolls pode voltar aos palcos em breve. A cantora Nicole Scherzinger, líder do grupo, assinou um contrato milionário que garantiria o retorno, segundo o jornal britânico The Sun.

Uma fonte próxima ao grupo informou ao jornal que a oferta seria irrecusável, e que Nicole já havia recebido até um adiantamento. Momentos depois que a matéria foi ao ar, o Instagram oficial da banda foi reativado. Além de Nicole, constituem o grupo Melody Thornton, Kimberly Wyatt, Ashley Roberts, Carmit Bachar e Jessica Sutta.

 

The Pussycat Dolls esteve no topo das paradas entre os anos de 2005 e 2009, com músicas como “Don’t Cha”, “Buttons”, “Stickwitu”, “When I Grow Up” e “I Hate This Part”. Há quase dez anos, as cantoras anunciaram o fim do grupo. 

A fonte diz que o retorno é certo, mas os lançamentos estão em fase de negociação. "Algumas, incluindo Nicole, já disseram que estariam abertas para trabalhar em novas músicas juntas", diz.

Além de novas músicas, o grupo planeja uma turnê mundial com datas em 2020. "A turnê será grandiosa e elas tocarão seus maiore hits", disse uma outra fonte. "Há rumores da possibilidade de gravarem novas músicas."

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem