Música

Famosos homenageiam Deise Cipriano: 'Um anjo que trazia tanto encanto e paz com sua voz'

Cantora da banda Fat Family morreu após luta contra um câncer

Deise Cipriano
Deise Cipriano - Reprodução/Instagram/
São Paulo

Nomes importantes da música e da televisão usaram as redes sociais nesta terça-feira (12) para homenagear a cantora Deise Cipriano, 39, que morreu em decorrência de um câncer. “Perdemos uma das vozes mais lindas e uma pessoa incrível, um anjo que nos trazia tanto encanto e paz com sua voz!”, afirmou o ator Junno Andrade, 55. 

Fundadora da banda Fat Family, nos anos 1990, ao lado de sete irmãos, Deise morreu na tarde desta terça em decorrência de um câncer no aparelho digestivo. Ela estava na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Instituto do Câncer, na capital paulista, desde segunda-feira (11), após sentir náuseas. 

Durante o tratamento, a cantora recebeu mensagens de apoio de vários famosos, como do jogador Neymar, Jesus Luz, Naldo Beni, A cantora Cláudia Leitte chegou a gravar vídeo desejando força e melhoras para Deise. “Vou orar por você, vai dar tudo certo, está tudo na mão do senhor”, disse Claudinha. 

Após o anúncio do falecimento, novas mensagens começaram a ser publicadas nas redes sociais: “Eu sei que essa foi a voz mais linda que eu já ouvi cantar”, afirmou o ator Rainer Cadete, 31. “Quando eu vi você na televisão pela primeira vez, eu acreditei que tudo seria possível, tu fará falta entre nós”, disse a também atriz Cacau Potásio, 43. 

Deise ficou famosa ao formar a banda Fat Family com sete irmãos. De Sorocaba, no interior paulista, fez sucesso na década de 1990 com músicas com influência de R&B e soul music norte-americana e sucessos como “Jeito Sexy”, além de impressionante musicalidade durante à capela, ou seja, apenas o coro de vozes.

Nos anos 2000, os irmãos Sidney, que morreu em 2011, Celinha e Suely deixaram a banda para seguirem carreiras solo. Além de Deise, formavam a banda hoje Celinho, Simone, Suzetti e Kátia, que comemoravam os 20 anos de Fat Family em 2016.  

 

Veja algumas das mensagens:

 
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem