Música

Sandy inicia turnê do projeto 'Nós, Voz, Eles' com músicas inéditas e parceria com Maria Gadu

Cantora também terá canção com Lucas lima: 'Sabe me traduzir'

A cantora Sandy, 35, durante show de sua última turnê, ''Meu Canto'', no Tom Brasil
A cantora Sandy, 35, durante show de sua última turnê, ''Meu Canto'', no Tom Brasil - Cintia Carvalho/Folhapress

Descrição de chapéu Agora
Leonardo Volpato
São Paulo

Ao mesmo tempo em que finaliza o projeto “Nós, Voz, Eles”, Sandy, 35, prepara-se para lançar a turnê de mesmo nome em São Paulo. O trabalho tem oito canções novas, que farão parte dos shows que acontecem nesta quinta (30) e sexta (31), no palco do Credicard Hall, na zona sul da cidade.

Para esse disco, Sandy abriu o estúdio de sua casa a ilustres visitantes: Maria Gadu, Lucas Lima, Thiaguinho, o duo AnaVitoria, Iza, Mateus Asato, Banda Melim e o pai, Xororó. A ideia foi criar em conjunto canções que fariam parte do repertório de inéditas.

"A princípio, as músicas sairão apenas em formato digital e no meu canal no YouTube, mas não está descartado que entrem em um CD físico mais para o futuro", diz Sandy.

O projeto também sai como websérie no YouTube. De 15 em 15 dias, sempre às terças, às 19h, um novo capítulo mostrará os bastidores das composições feitas na casa de Sandy e que fazem parte da turnê. Já estão disponíveis “No Escuro”, com Maria Gadu, e “Areia”, com o marido, Lucas Lima.

"Já queria faz tempo compor em parceria. Cada voz foi escolhida com base no talento de cada um e na minha afinidade.” Ambas as canções já estarão no repertório de hoje.

Nascida em Campinas (91 km de São Paulo), Sandy revela que se sente em casa aqui. “Eu amo São Paulo, é um povo que consome muito o meu trabalho, os shows são sempre lotados."

Nas apresentações, ainda, destaque para as já conhecidas “Me Espera”, “Aquela dos 30”, “Morada” e “Preciso de Você”, além de “As Quatro Estações”, da dupla com o irmão, Junior. “Eu também surpreendo com a releitura de uma música que eu gravei aos 14 anos, ‘Eu Acho que Pirei’, mas dou uma nova cara para não ficar infantil.”

A cantora se considera em carreira solo há oito anos, mas já faz dez que fez a sua última apresentação com o irmão. “Não descarto um dia, para fazer um agradinho aos fãs [retomar com Junior], mas eu gosto mais do momento que eu vivo hoje.” Até a conclusão desta edição, só havia ingressos para o show de hoje.

SEPARAÇÃO DO IRMÃO FEZ OBRA DE SANDY CRESCER

Sandy é uma excelente cantora e conseguiu provar que a pausa na dupla com seu irmão, Junior, fez bem a ela, segundo especialistas ouvidos pela reportagem.

Para o produtor musical Marco Camargo, a artista tem bagagem para evoluir ainda mais. “Ela já vem de uma escola familiar fabulosa, com o pai [Xororó]. Depois, a parceria com o marido [Lucas Lima, da Família Lima]. Sandy tem histórico de músicas excepcionais. Apesar de jovem, é de uma linhagem antiga, no melhor dos sentidos”, analisa.

Para ele, a cantora tem o que muitos outros artistas deixam de lado: a preocupação com as letras. “Ela alia o conhecimento com um aprimoramento das mensagens. A Sandy prioriza a parte da poesia. Hoje em dia, tem muita gente que só se preocupa com a melodia”, aponta.

Segundo o produtor musical João Marcello Bôscoli, a artista de 35 anos amadureceu muito. “Ela busca pela excelência constante. Quando a vi interpretando Elis [Regina, mãe de Bôscoli], percebi que era alguém que foi feita para isso.”

Já Arnaldo Saccomani, também produtor, faz o contraponto. “Ela ainda não se acertou, mas o mais importante é que ela tenta. Acho que não atingiu maturidade musical sozinha. A Sandy deveria ousar mais e enveredar para o pop”, conclui.

"MEU MARIDO SABE ME TRADUZIR", DIZ ARTISTA

Se Sandy celebra dez anos sozinha nos palcos (a última apresentação com Junior foi em 2008), a marca também vale para a parceria (e o casamento) com o produtor musical Lucas Lima, 35, com quem está desde setembro daquele ano. Foi com ele que Sandy deu os primeiros passos na sua trajetória solo.

O artista a ajudou a compor e a produzir o primeiro disco da nova fase, “Manuscrito”, assim como o irmão, Junior. “A gente se ajuda muito. Ele é um profissional exemplar, dedicado, compõe comigo. É até difícil ficar rasgando seda para o marido da gente”, brinca.

A parceria também aconteceu nos outros álbuns. “Parceiro de vida. Mas a gente aprendeu na prática a não levar os assuntos de trabalho para a mesa do almoço. Fomos amadurecendo isso.” Na nova turnê, “Nós, Voz, Eles”, que começa hoje, Lima assina a direção musical.


CONFIRA A CARREIRA SOLO DE SANDY

Início (2008) Sandy decidiu que era hora de cantar sozinha, sem o irmão, Junior Lima. A dupla durou de 1990 a 2007. A última aparição dos irmãos no mesmo palco foi em maio de 2008, em um festival. Na época, ela começava a fazer músicas próprias e participações em trabalhos de parceiros

Primeiro disco (2010) Depois de passar dois anos compondo e produzindo, com a ajuda do marido, Lucas, e do irmão, Sandy lança “Manuscrito”, seu primeiro álbum. Ela ganhou disco de platina pelo projeto, que também saiu em DVD e em curta-metragem

Ao vivo (2011) Depois de percorrer o país, a cantora resolve fazer seu primeiro disco ao vivo, o “Manuscrito ao Vivo”. Sandy acumulava ainda participações em registros de outras bandas

Michael Jackson (2011-2012) Sandy faz turnê na qual cantava Michael Jackson. O show mostrava a artista saindo de sua zona de conforto e foi recebido de forma positiva pela crítica

Pelo mundo (2012) Sandy viaja à Itália e participa de um projeto com o tenor Andrea Bocelli. No mesmo ano, lança seu EP (disco com até seis faixas) “Princípios, Meios e Fins” 

Estúdio (2013) Lança seu segundo álbum de estúdio: “Sim”, com cinco músicas inéditas e cinco do EP anterior

Novo álbum (2015) A artista grava o disco “Meu Canto”, segundo projeto ao vivo, que teve participações de Tiago Iorc e Gilberto Gil. O álbum também saiu em DVD, em 2016. Até 2017, ela fez turnê pelo país, a maior de sua carreira solo

Parcerias (2016-2017) Sandy continua a participar de discos de amigos, como os de Luan Santana e Paula Fernandes. Também compõe para a novela “Tempo de Amar” (Globo)

Show da Sandy

  • Quando Hoje, às 21h
  • Onde No Credicard Hall (av. das Nações Unidas, 17.955, Santo Amaro)
  • Preço partir de R$ 90 (há meia entrada)
  • Classificação 12 anos
  • Telefone (11) 4003-5588
  • Lotação 7.000 pessoas
Agora
Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem