Música

Repleta de jargões da internet, Claudia Leitte lança música com Maiara e Maraisa: 'Lacradora'

Imagem de divulgação do novo clipe de Claudia Leitte com a dupla sertaneja Maiara e Maraisa
Imagem de divulgação do novo clipe de Claudia Leitte com a dupla sertaneja Maiara e Maraisa - Divulgação


"Para ser lacradora você precisa, primeiro, ser mulher", disse Claudia Leitte, enquanto explicava o título de seu novo single, "Lacradora". A música, que conta com a participação da dupla sertaneja Maiara e Maraisa, será lançada nesta sexta (8). Abaixa que é tiro!

A música trata sobre autoestima e curtição, regadas a muitos brindes --mote, inclusive, que inspirou a parceria com as irmãs do single "10%". "Essas meninas são lacradoras, tinha tudo a ver com a vibe da música. Elas têm muita atitude, são muito fortes", comentou a cantora sobre a dupla sertaneja.

A batida agitada e a letra descontraída remete ao último lançamento da cantora, "Baldin de Gelo". Ela comenta que pensou em "fazer uma sequência para ter uma identidade" e que essa é mais uma aposta de hit para o Carnaval de 2018.

A composição, assinada por Thierry e Topera, é uma mistura de tendências latinas e do pop. E, embora a ideia de unir uma dupla sertaneja com uma cantora de axé pareça inusitada, Claudinha explica: "Foi tudo muito espontâneo".



Para ela, os universos musicais estão se fundindo cada vez mais. "A música baiana e o sertanejo universitário têm linguagem muita parecida. A gente é muito diferente no estilo, mas a linguagem é a mesma, a força é a mesma", disse Claudinha.

E, além do título, que brinca com a gíria da internet, a letra da música é uma ode aos memes e a linguagem da "zueira", da qual Claudinha passou a ser uma forte adepta. Ela diz, inclusive, já ter caído no "gemidão do WhatsApp".

Sobre algumas brincadeiras feitas com sua imagem que viram memes ela diz não se importar. No começo eu respondia. Mas com o passar do tempo a gente vai ficando mais lacradora, brincou ela, Tem um momento em que você aprende a lidar, conclui.

Uma das estrofes da música fala sobre inimigas, termo refutado pelo feminismo moderno por instigar a competição entre mulheres. A cantora, no entanto, explica que não queria que tivesse uma mensagem oposta à sororidade. As mulheres não são inimigas umas das outras.

Leitte se preocupou em esclarecer que as inimigas são os sentimentos femininos. A inveja, a mentira, a falsidade, a arrogância, a tpm. As inimigas da mulher e não uma mulher inimiga da outra. A mensagem deve ficar mais explícita no clipe da música, com gravação prevista para meados de dezembro.

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem