Multitela

Representante de Moçambique no último Oscar, 'Comboio de Sal e Açúcar' chega à TV paga

Confira os destaques da programação desta quarta (2)

Cena do filme "Comboio de Sal e Açúcar", de Licinio Azevedo
Cena do filme "Comboio de Sal e Açúcar", de Licinio Azevedo - Divulgação

Tony Goes
São Paulo

Em plena guerra civil, um trem carregado de sal sai de Maputo, a capital moçambicana, em direção à fronteira com o Malawi, para trocar a carga por açúcar. Estupros e ataques de guerrilheiros aguardam os passageiros ao longo da perigosa viagem. 

O primeiro e único título escolhido por Moçambique para disputar uma indicação ao Oscar de filme em língua estrangeira foi dirigido por um brasileiro: Licínio Azevedo, radicado no país africano desde 1975.

Canal Brasil, 19h50, 14 anos


Terrores Urbanos

Já disponível no PlayPlus, estreia na TV aberta a série nacional que, em cinco episódios, recria lendas apavorantes como a loira do banheiro ou o homem do saco. Exibição nos dias 2, 3, 4, 7 e 8 de janeiro.

Record, 23h45, 14 anos


"O Lagosta"

"A Favorita", novo filme do diretor Yorgos Lanthimos, estreia em janeiro no Brasil. Antes disto, sua comédia surrealista com Colin Farrell e Rachel Weisz já pode ser conferida na plataforma.

Netflix, 16 anos


"Maridinho de Luxo"

Uma moça rica "ganha" do pai um marido de presente, nesta comédia de 1938 produzida pela Cinédia e estrelada por Mesquitinha e Maria Amaro. O diretor Luiz de Barros assinou 82 filmes --até hoje, a mais extensa filmografia do cinema brasileiro.

Curta!, 21h30, livre


"Divertida Mente"

Dentro da cabeça de uma garota, cinco emoções conflitantes --alegria, tristeza, medo, raiva e nojo-- reagem ao estresse de uma mudança de cidade. Chega à TV aberta um dos melhores longas em animação da Pixar, vencedor do Oscar da categoria em 2016. 

Globo, 22h15, livre


Verão Show

A faixa exibe um show do mais famoso bloco afro da Bahia, gravado na Concha Acústica do Teatro Castro Alves, em Salvador: o Olodum, que completa 30 anos em 2019. No repertório, clássicos do samba-reggae como "Egito Madagascar", "Faraó" e "Avisa Lá".

TV Brasil, 21h45, livre


"Prenda-me se For Capaz"

Baseado numa história real, um dos mais agitados filmes de Steven Spielberg põe Tom Hanks como um agente do FBI no encalço do vigarista vivido por Leonardo Di Caprio. Christopher Walken, também no elenco, foi indicado ao Oscar de ator coadjuvante.

Telecine Touch, 22h, 10 anos

Final do conteúdo

Últimas Notícias

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem