Tony Goes

Novos programas da RedeTV! são novidade agradável nesses tempos de crise

Produções modestas, porém bem-cuidadas, vêm alcançando boa audiência

Da esq. para dir. Nathalia Arcuri, Raul Lemos, Maurício Meirelles, Julio Rocha, Ligia Mendes e Alinne Prado

Da esq. para dir. Nathalia Arcuri, Raul Lemos, Maurício Meirelles, Julio Rocha, Ligia Mendes e Alinne Prado Montagem

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

A pandemia espalhou o caos pela TV aberta brasileira. Novelas e programas de auditório tiveram suas gravações suspensas. Mesmo com as audiências se mantendo estáveis ou até mesmo subindo, muitos anunciantes cancelaram investimentos. Porque há mais gente dentro de casa, mas poucos têm dinheiro para consumir além do básico.

A queda de faturamento atingiu todas as emissoras, e todas tiveram que demitir funcionários e adiar projetos. Em meio a esse cenário desolador, justamente a menor das nossas redes de TV aberta deu um passo ousado: a RedeTV! está lançando, aos poucos, uma nova grade de programação, com quase uma dezena de atrações novas ou reformuladas.

"Nova grade" talvez seja um exagero. A emissora continua com mais da metade de seus horários loteados para igrejas e infomerciais. Mas seu horário nobre foi repaginado, com estreias acontecendo desde segunda passada, 12 de abril.

O TV Fama, um dos pilares da casa, tomou um banho de loja. O decano Nelson Rubens deixou a faina diária, mas já fez uma aparição especial no episódio de terça (13). Agora há um trio no comando: Alinne Prado, Ligia Mendes e o ator Julio Rocha, conhecido pelo papel de Enzo na novela "Fina Estampa" (2011-2012), da Globo.

Os três estão bem desenvoltos, mas ainda falta personalidade ao programa recauchutado. Também falta pauta: na terça, por exemplo, a principal manchete era um entrevero do ator Felipe Titto com uma pessoa que abandonou um cão na beira de uma estrada. Um caso não muito rumoroso, que foi anunciado com estrondo na escalada e só retomado nos minutos finais.

Também são dispensáveis os mistérios de araque que em nada provocam o espectador, típicos dos programas de fofocas. Nesta mesma terça, o segredo era a identidade de uma famosa malhando numa academia, com o rosto coberto por um emoji. Seria Sabrina Sato ou Juliana Paes? Bocejo.

Pior ainda é o excesso de ações de merchandising, que atravancam o ritmo. Sem falar na iluminação chapada, sem sombras nem relevos, que deixa a imagem com apenas duas dimensões. Mas todos esses defeitos são sanáveis a médio prazo.

Mais interessante é o Me Poupe! Show, apresentado pela autoproclamada "musa das finanças" Nathalia Arcuri, às terças. Trata-se de uma brava tentativa de transformar em talk show o programete que ela já apresenta no YouTube. Nem tudo funciona: o assistente de palco é perfeitamente dispensável, e alguns quadros mais enchem linguiça do que informam ou divertem.

O melhor acaba sendo o que Arcuri já faz há tempos na internet: os conselhos personalizados para casos reais de gente endividada ou em apuros financeiros. Sem papas na língua, mas com muita simpatia, a jornalista vai direto ao ponto, dando dicas que podem ser aproveitadas por muita gente.

Desvendando Cozinhas, com o ex-MasterChef Raul Lemos, tem uma proposta original, que passa ao largo dos reality shows culinários. A emissora encontrou uma nova maneira de atrair anunciantes do rico segmento alimentício: revelar os meandros de restaurantes e indústrias de comida, sem resvalar para didatismo ou para a denúncia sensacionalista. Estreou na segunda (12).

Já Foi Mau, o talk show do comediante Maurício Meirelles, também às segundas, parece ser a joia da coroa. Os roteiristas não tentaram revolucionar o formato: simplesmente criaram um programa ágil, apoiado por uma ótima edição, que tira o máximo do talento de Meirelles e dribla com bravura o orçamento apertado.

O primeiro episódio trouxe entrevistas engraçadas com Luiza Ambiel e Ivan Moré. O desafio agora é manter o nível lá em cima, trazendo convidados de peso toda semana.

O humor talvez seja a única área em que a RedeTV! tem uma certa tradição de sucesso, primeiro com o Pânico! e depois com o Encrenca. Foi Mau é um excelente acréscimo a essa galeria, e uma opção com leveza e irreverência para as áridas noites de segunda-feira.

Ainda faltam alguns programas para entrar no ar, como o Hervolution, produzido por Kondzilla, ou Operação Cupido, um game show de namoro comandado por Luciana Gimenez. Por enquanto, a RedeTV! divulgou apenas o dia da semana em que essas atrações irão ao ar, mas não as datas de estreia.

Nenhuma das novidades é grandiosa, mas não deixa de ser admirável que todas façam parte de um mesmo pacote. Eternamente combalida, com poucos patrocinadores e poucos espectadores, a RedeTV! merece aplausos pelo esforço de se renovar em plena crise. E, pelo que sabemos até o momento, as estreias estão indo bem no Ibope.

Tony Goes

Tony Goes tem 60 anos. Nasceu no Rio de Janeiro, mas vive em São Paulo desde pequeno. Já escreveu para várias séries de humor e programas de variedades, além de alguns longas-metragens. E atualiza diariamente o blog que leva seu nome: tonygoes.com.br

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem