De faixa a coroa

Mineira representará o Brasil em concurso internacional de miss feito 100% online

Miss Emerald Pageant não se rendeu e terá sua final em 10 de julho

Maria Carolina Rodrigues, que representará o Brasil no concurso Miss Emerald Instagram/oficialmariacarolina

As transformações provocadas pela pandemia do novo coronavírus nos concursos de beleza não param. Após alguns adiamentos, agora um concurso internacional resolveu inovar, e agendou sua final para julho e será 100% online. A disputa colombiana Miss Emerald Pageant já iniciou as etapas de sua primeira edição em maio, em meio a quarentena, e terá sua final no próximo dia 10.

A grande final contará com desfile das candidatas, cada uma de sua casa, e o resultado será conhecido no mesmo dia, a partir das 21h30 (horário de Brasília). Toda transmissão será online e ao vivo, com um cenário comum e todas as candidatas vestidas em traje de gala.

A decisão do Miss Emerald segue na esteira de outras corridas por coroas, que preferiram se reestruturar e se reinventar ao invés de cancelarem seus certames. Um deles foi, inclusive, aqui no Brasil: o realizador do Miss e Mister Brasília, logo no início do isolamento social, já elegeu seus vencedores sem festa e de forma virtual.

No caso do Miss Emerald, o Brasil será representado pela mineira Maria Carolina Rodrigues, 28. “Tenho trabalhado muito, não só para trazer uma coroa internacional para o Brasil de forma tão inédita, mas para, acima de tudo, espalhar para o mundo uma grande mensagem de amor e solidariedade”, disse a miss, que é publicitária e disputará a coroa com outras dez candidatas.

Natural de Juiz de Fora (MG), Carolina é também poliglota e conquistou, no ano passado, a faixa de Miss Turismo Brasil, que soma-se agora aos outros seis títulos que já possuía (confira lista completa ao final do texto).

Inicialmente agendado para acontecer presencialmente e na Colômbia, o foco do Miss Emerald é apoiar e promover os povos indígenas das Américas. Por isso, os seis jurados estão atentos à forma como as candidatas abordam esse assunto em suas redes sociais, especialmente nesse momento de isolamento social.

Outro ponto de avaliação das misses é o envio de fotos e vídeos com prazos predeterminados e lives obrigatórias, também em datas marcadas. Um dia antes da final, as postulantes terão que responder oralmente, em até 24 horas, um questionário em inglês.

Além da brasileira, as misses Colômbia, El Salvador, Guiana, México, Paraguai, Peru, Espanha, Uganda, Venezuela e Zimbabwe lutam pelo título, que inclui no pacote uma temporada de três meses na Colômbia para cumprir agenda de atividades e compromissos com patrocinadores.

“O que importa não é ter um corpo magro, um cabelo e uma pele bonitos. O importante é a minha disposição social de fazer algo pelos índios do meu país, poder mostrar a cultura indígena e a realidade dos povos nativos”, adiciona a mineira.

Independentemente das exigências do concurso, Maria Carolina já deu início a uma ação social de arrecadação de fundos em benefício dos índios brasileiros, em parceria com a coordenação da Funai, que engloba Minas Gerais e Espírito Santo.

Recentemente uma das coordenadoras nacionais do Miss Universo, a porto-riquenha Denise Quiñones, anunciou para a imprensa de seu país que a organização internacional deve realizar o concurso de 2020 apenas no primeiro trimestre de 2021. Apesar de nenhum anúncio oficial ter sido feito, tudo indica que é isso mesmo que deve ocorrer.

Entre as disputas do chamado Grand Slam, a mais próxima é o Miss International, ainda programado para outubro, no Japão. O Miss Mundo, que nos últimos anos tem acontecido em dezembro, também está mantido para o mesmo mês, por enquanto. O Miss Supranational e o Mister Supranational foram provisoriamente adiados para fevereiro de 2021. Já o Miss Grand International ainda não se pronunciou. Por aqui, o futuro do Miss Brasil que elege uma candidata ao Miss Universo ainda segue incerto.

Títulos da miss mineira Maria Carolina Ribeiro:

Miss Emerald Brasil 2020
Miss Turismo Brasil 2019
Miss Café Juiz de Fora 2019
Rainha do Café Europa 2019
Miss Juiz de Fora Universo 2018
Miss Minas Gerais International 2018
Miss Simpatia 2018

De faixa a coroa

Fábio Luís de Paula é jornalista especializado na cobertura de concursos de beleza, sendo os principais deles o Miss Brasil e Miss Universo. Formado em jornalismo pelo Mackenzie, passou por Redações da Folha e do UOL, além de assessorias, como a da Fox.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem