Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui para continuar.

Zapping - Cristina Padiglione

Audiência do Estúdio i cresce na estreia de Andréia Sadi

Jornalista assumiu a faixa com 31% mais público que a média do programa em 2022

Andréia Sadi na estreia do comando do Estúdio i, da GloboNews - Fábio Rocha 6.jun.2022/Globo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

O Estúdio i estreou bem sob nova apresentação. Em seu primeiro dia à frente do programa antes comandado por Maria Beltrão, Andréia Sadi obteve 31% a mais de audiência que a média do programa neste ano e 24% acima do saldo obtido por esse mesmo espaço às segundas-feiras.

O crescimento pode até ser efeito de primeiro dia, quando aumenta a curiosidade da plateia em conferir a performance da nova apresentadora, mas os números se mostram animadores.

A GloboNews foi o canal de notícias mais assistido no horário, com ampla vantagem sobre os concorrentes. Das 13h às 16h, no total de indivíduos com TV por assinatura, a emissora teve 224% a mais de audiência que a soma de todos os concorrentes no segmento de notícia.

A edição também se fez movimentar bem pelas redes sociais, com ajuda do pito em tom de brincadeira que a nova apresentadora deu no colega Guga Chacra em um momento de distração dele com o celular.

"O Guga está me ouvindo? Está prestando atenção? O que eu falei? Repete", pediu ela. Ele repetiu direitinho, mas Sadi reforçou que ele deveria estar atento para "não pagar mico".

Antes da estreia, ela já havia brincado com ele por meio do Twitter, celebrando sua presença no Estúdio i, mas pedindo que ele aparecesse de cabelos penteados.

Os cachos rebeldes do correspondente de Nova York, fruto do cloro da piscina onde pratica natação com frequência, são constantemente alvo de piadas afetuosas com ele nas redes sociais, onde tanto ele como Sadi têm bom engajamento e vivem a trocar mensagens que divertem seus seguidores.

Em tempo: Maria Beltrão assumirá a ancoragem do É de Casa, migrando para a TV aberta e para o entretenimento, o que lhe permitirá fazer publicidade, prática vetada pelo bom jornalismo.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem