Zapping - Cristina Padiglione

Dia da Consciência Negra ganha tributo no 'Estação Livre'

MC Carol, Karol Conká, Rashid e Margareth Menezes representam a causa na tela da TV Cultura

MC Carol e Cris Guterres
MC Carol e Cris Guterres - Lucas Veloso
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Campinas

Representantes de diferentes estilos da música negra brasileira marcam presença na edição especial do Estação Livre desta sexta-feira (19). Karol Conká, Rashid, Margareth Menezes, MC Carol e Salgadinho se unirão para representar os ritmos do rap, do funk e do pagode, em celebração ao Dia da Consciência Negra.

O Estação desta semana comemora a potência do povo preto e mostra sua influência na cultura do Brasil. A edição tem abertura de Karol Conká, que interpreta "Subida", cujo videoclipe já superou 900 mil visualizaçõe no Youtube desde seu lançamento, em 1° de outubro.

A música foi escrita depois que a cantora sofreu uma onda de cancelamentos por sua polêmica participação no BBB. Após se retratar e passar por acompanhamento psicológico, ela se reergueu, e produziu canções que falam sobre sua humanidade.

"Por mais que pareça impossível ser ouvido, é possível ser ouvido. A gente não está sozinha. Eu me sinto muito acolhida e muito grata", afirma Karol Conká.

Em seguida, Paulo Alexandre Nogueira Salgado Martins, o Salgadinho, canta o pagode "Deixa Eu", seguido pelo DJ Erick Jay, que faz sua primeira performance.

Notória por unir temas sociais a canções que tratam a sexualidade feminina de forma explícita, MC Carol solta a voz em "Não foi Cabral", música de 2015 ainda contundente nos dias atuais. "Eu sou muito criticada, mas eu penso que é um preço. Eu deveria pagar esse preço tão alto? Acho que não", diz MC Carol sobre julgamentos e o preconceito que sofre por representar o funk.

Rashid vem na sequência ao lado do Grupo Tuyo, com "Estereótipo", canção do álbum "Crise", eleito uma das 25 melhores produções brasileiras do primeiro semestre de 2018 pela Associação Paulista de Críticos de Arte. A música ultrapassou 2 milhões de visualizações no Youtube.

Voz potente e renomada, Margareth Menezes finaliza a edição com "Alegria da Cidade". Embora em ritmo dançante, a cantora não deixa de dar o recado: "A gente não deve mais baixar a cabeça pras questões de preconceito racial. Quando as pessoas se sentirem ofendidas nessa situação, precisa haver reação para que isso seja corrigido", afirma.

O Dia da Consciência Negra é marcado pelo combate ao racismo e às desigualdades sociais no país; mas, sobretudo, fala sobre avanços na luta do povo negro e a celebração da cultura afro-brasileira. Com apresentação de Cris Guterres, o programa vai ao ar nesta sexta (19), às 22h, na TV Cultura.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem