Aviso
Este conteúdo é para maiores de 18 anos. Se tem menos de 18 anos, é inapropriado para você. Clique aqui.

Zapping - Cristina Padiglione

Campanha eleitoral está no ar: Band já agendou debates para 2022

Emissora acertou com partidos datas de encontros para governos e presidência

SÃO PAULO , SP, BRASIL, 01-10-2020: Primeiro debate entre os candidatos da eleição 2020 à Prefeitura de São Paulo, na Band TV, sem a presença de plateia. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress) - DEBATE DA BAND - SÃO PAULO
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Nem só de Faustão e Masterchef se ocupa a Band no planejamento para 2022.

Honrando a tradição de realizar sempre os primeiros debates de cada pleito, seja no âmbito municipal, estadual ou federal, a emissora promoveu nesta quinta-feira (25) uma reunião entre o diretor nacional de jornalismo do grupo, Fernando Mitre, o diretor executivo da área, Rodolfo Schneider, e representantes de diferentes partidos políticos.

O cenário completo de candidatos ainda é indefinido, mas as legendas já discutem detalhes da cobertura das eleições do ano que vem e acertam com a rede dos Saads as datas para os primeiros embates da vez.

O primeiro encontro entre os candidatos à presidência trabalha com duas possibilidades de data: 4 ou 11 de agosto. Já o programa onde candidatos a governadores vão debater deve acontecer no em 18 ou 25 de agosto. Há boas perspectivas de retomar aquela miniplateia com representantes de cada candidato, espaço que foi travado nas eleições municipais de 2020, em razão da pandemia.

A faixa Band nas Eleições está em pleno aquecimento. Seguno Schneider, a ideia é "levar aos brasileiros uma cobertura que já começou e vai se intensificar com praças e afiliados em todos estados, debatendo assuntos que têm a ver com dia a dia de eleitores brasileiros".

Assim, o Band Eleições já estará de volta ao ar no início do ano, sempre às quintas-feiras, às 23h. A princípio, o objetivo é discutir os principais problemas do país e as ideias de especialistas, políticos e candidatos para solucioná-los.

A Band também está atenta a uma cobertura multiplataforma, que será estendida principalmente à cadeia de rádios do grupo, bastante forte, além de jornal e internet da casa.

Eterno otimista, Mitre repete as boas intenções que inauguram todas as campanhas: "Há duas prioridades no plano para 2022: primeiro, elevar o nível de utilidade da campanha. Nós vamos trabalhar solução para os problemas do País, não vamos ficar só na cobertura do dia a dia dos candidatos."

A outra prioridade, mais crível porque só depende da emissora, e não dos candidatos e partidos, prontos a se engalfinharem em estratégias nem sempre éticas, será uma interação maior entre a a Band e os eleitores brasileiros.

Convém lembrar que a Band e a TV Cultura foram as únicas emissoras de TV aberta em São Paulo que enfrentaram as mil restrições impostas pela crise sanitária para realização de debates em 2020.

Em 1989, foi a Band que realizou o primeiríssimo debate à presidência da República, sob mediação da precisa Marília Gabriela, única mulher em meio a nove homens, que teve voz e postura exemplares para colocar ordem na arena. Na ocasião, dois candidatos não aceitaram participar do encontro: Ulysses Guimarães, pelo PMDB, e Fernando Collor de Mello, pelo PRN, que só apareceu para duelar no 2º turno, então com Lula, do PT.

A Band disponibilizou a edição daquela ocasião histórica no Youtube.

https://www.youtube.com/watch?v=4CsINDcIeG4

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem