Zapping - Cristina Padiglione

Produtora do 'Big Brother' nega veto a Mion para suceder Leifert

Diretor da Endemol Shine Brasil diz que a escolha cabe à Globo

Marcos Mion e Tiago Leifert no Caldeirão - tiagoleifert/tiagoleifert
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Apontada como responsável por um suposto veto ao nome de Marcos Mion na sucessão de Tiago Leifert para comandar o BBB, a Endemol Shine Brasil, dona do formato do "Big Brother" no mundo todo, afirma que não interfere nesse tipo de decisão em nenhum dos programas de seus catálogos comprados pelas emissoras de TV.

"A Endemol Shine Brasil possui uma relação aberta e criativa com seus parceiros", esclarece Renato Martinez, vice-presidente de Vendas e Conteúdo e Aquisições da produtora, em conversa com a coluna. "Respeitamos toda e qualquer decisão sobre quem comandará os formatos do nosso catálogo."

Segundo o diretor, as relações com cada canal permitem que a Endemol Shine Brasil opine a respeito de nomes, quando consultada, mas isso vale apenas como sugestão. "A decisão cabe à emissora, que resolve sobre a escolha do talento que melhor lhe convém, de acordo com sua programação."

Desde que Leifert anunciou que deixaria a Globo no fim do ano, uma série de especulações tem sido feita sobre o seu sucessor, mas o nome de Mion encabeça as preferências de enquetes --informais, é bom esclarecer-- feitas pela internet.

Diante das informações de que a Globo daria preferência a um jornalista para o cargo, honrando o histórico do programa na emissora, construído por Pedro Bial (16 anos) e Leifert (cinco temporadas), logo surgiu uma tese de que a Endemol Shine Brasil teria gongado Mion por supostamente não querer um profissional associado a "A Fazenda", reality show da Sony Pictures e Strix, produtora concorrente, que ele comandou até a edição passada, na Record.

A própria Globo talvez não queira passar recibo e escalar para o posto um nome que mostrou tanto êxito com um formato similar na concorrência, mas essa decisão não passa pela produtora.

O único programa da Globo que teve apresentação diretamente escolhida pela Endemol Shine Brasil foi o "The Masked Singer Brasil", mas porque a negociação, nesse caso, obedeceu a outros caminhos: o programa já foi oferecido à Globo com o comando de Ivete Sangalo, visto que o acordo foi fechado com com a gravadora Universal, que depois levou a proposta pronta à emissora.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 50, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem