Zapping - Cristina Padiglione

Globo reduz festa da final do BBB 20 e estuda live e show virtual

Direção ainda planeja edição final, sem plateia e sem show ao vivo

Tiago Leifert tem se despedido de cada eliminado sem contato físico - Globo

Sempre pontuada por um grande show com todas as famílias e eliminados reunidos, a final do BBB não terá nada disso, seguindo a discrição que Tiago Leifert tem adotado, em estúdio, com quem deixa a casa ao final de cada paredão.

Pelo Instagram, Boninho, diretor de núcleo responsável pelo reality show, respondeu a um espectador que queria saber se haveria festa na final. “Vai, cada um na sua casa”, reagiu.

É possível que eliminados participem da final por meio de transmissões ao vivo de suas casas ou enviem vídeos. E mesmo a realização de algum show virtual é incerta para ocasião.

PARÓDIA

Tendo a canção “O Dia que a Terra Parou” como base, Tom Cavalcante se caracterizou como Raul Seixas e gravou a paródia “O Dia que o Corona Acabou”. O clipe é um sopro de expectativas para o dia em que o planeta puder se livrar da Covid-19 por meio de uma vacina. Está no ar nas redes sociais do humorista.

Tom Cavalcante como Raul Seixas
Tom Cavalcante faz paródia de "O Dia em que a Terra Parou" para "O dia que o corona acabou" - Reprodução YouTUbe Tom Cavalcante

REDESCOBERTA

Em meio à falta de conteúdo produzido pela TV, as lives (transmissões ao vivo) de artistas pelas redes sociais têm ganhado espaço em canais de TV. Neste sábado (4), o canal Like (530 na Claro/NET), dedicado a agenda cultural, levou ao ar um show feito de casa por Jorge & Matheus, replicado pelo NOW.

REDE SOCIAL

A falta de produções inéditas também tem alimentado as redes sociais dos canais de TV. O Multishow tem programação de lives a semana toda, às 18h30, revezando o espaço com comentários e novidades sobre BBB, música e humor, ali apresentado por meio de shows do tipo stand up.

AUDIÊNCIA

15 pontos
foi a média da Globo na Grande São Paulo ao longo de março, nas 24 horas do dia, o que representa 2 pontos acima de março de 2019 e um recorde desde 2008: efeito da cobertura da Covid-19

6 pontos
foi a média do SBT em março, também nas 24 horas do dia, sem aumento em relação a março de 2019. A Record fechou o mês com 5 pontos, 1 a menos que um ano atrás, e a Band, com 2 pontos

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem