Zapping - Cristina Padiglione

Globo descartou interromper BBB, como aconteceu com reality no Canadá

Emissora optou por apertar regras de higiene e cuidados com objetos que entram na casa

Tiago Leifert comanda o BBB 20 e explicou no ar as normas de segurança para evitar a presença da Covid-19 na casa - Globo

Resolução que chegou a ser longamente discutida pela alta direção da Globo, a interrupção do Big Brother por causa do novo coronavírus virou realidade no Canadá, onde a atual temporada (8ª) chegou ao fim na quarta-feira (1º), ainda com 12 candidatos dentro da casa.

A Global and Insight Productions, que produz o reality show lá, informou que o prêmio (o equivalente a R$ 370 mil) será doado a causas dedicadas a combater a Covid-19.Os participantes ficaram chocados ao receber a notícia.

Aqui, ao optar por levar o jogo até o fim, a Globo aumentou o rigor de cuidados com a higienização de todos os objetos que entram na casa, especialmente microfones. A decisão tem valido a pena para a emissora, que bateu o recorde mundial de votações do Big Brother na terça (31), com 1,5 bilhão de votos.


DESGASTE

A Record vai transferir o Made In Japão, reality show pilotado por Sabrina Sato, para as noites de sábado, mas só a partir de maio e novamente desde o início da competição. Quem já começou a acompanhar terá de esperar até lá para seguir os próximos passos. O programa irá ao ar às 22h15.


RECORDAR É...

Ingrid Guimarães acha “muito oportuno” que “Novo Mundo” seja reexibida “em um momento como esse do Brasil”. “Considero Elvira meu melhor papel em novelas”, diz ela à coluna. “Passei por cenas engraçadas, trágicas, dramáticas, estudei sotaque, fiz teatro, fiz mais três personagens dentro da novela, morri, ressuscitei...”, comemora.

Novela Novo Mundo
Bastidor - Elvira ( Ingrid Guimarães ) com o diretor artístico da trama, Vinícius Coimbra. - Raquel Cunha/Divulgação

OUTRA CENA

Após quase deixar a CNN Brasil por se sentir desrespeitada em seu espaço, a advogada Gabriela Prioli será comentarista de política e atualidades nos telejornais do horário nobre do canal.



LÍDER

Se ainda restavam dúvidas sobre o potencial da notícia nesses dias de pandemia, aí está Maria Beltrão representando a GloboNews, canal que assumiu a liderança da TV paga no Brasil em março, com audiência 75% maior que a média do 1º bimestre do ano. Mais de 18,5 milhões de pessoas passaram pelo canal no mês.

Maria Beltrão na Globonews
Maria Beltrão apresenta o Estúdio I - João Cotta/Divulgação

AUDIÊNCIA

15,6 pontos
teve o jornal SP1, da Globo, na quinta-feira (2), com alto saldo

16,5 pontos
teve o jornal Hoje na quinta (1º), patamar 50% acima do normal​

A BOA DO DIA

Em ritmo de reprises, Maisa conversa com Joelma e Carlos Bertlazzi
Programa da Maisa: às 14h15, no SBT

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem