Zapping - Cristina Padiglione

Serviço de streaming do canal SBT ainda demora para estrear

Rede de Silvio Santos prepara parcerias e acervo para criar seu canal de vídeos

Silvio Santos no Troféu Imprensa em 2017
Silvio Santos no Troféu Imprensa em 2017 - Lourival Ribeiro/SBT

A exemplo do Globoplay e do Play Plus, da Record, o SBT também terá de abrir uma plataforma para abarcar seu conteúdo por meio de streaming (sinal via internet). Já faz parte do hábito do telespectador buscar programas perdidos na transmissão linear em algum canal de internet, por assinatura ou não.

Embora disponha de boa parte de seus programas no YouTube, gratuitamente, a rede de Silvio Santos é a mais atrasada nesse quesito e planeja ter sua plataforma por meio de assinatura.

O plano, no entanto, não é coisa para curto prazo, como querem alguns. Vários pontos e parcerias ainda estão sendo alinhavados para a futura plataforma. Enquanto isso, além de Globo e Record, a RedeTV!, a Band e a Gazeta (que acaba de lançar um aplicativo para esse serviço) já dispõem de acervos de programas que podem ser acessados pela internet, ainda de modo gratuito.


ROUPA SUJA

Depois de descobrir que a mãe foi responsável por armar a sua separação de Patrick (Klebber Toledo) na novela “Verão 90”, Gisela (Debora Nascimento) aproveita que a mãe (Totia Meirelles) está reunida com amigas em um restaurante para falar verdades para a empresária, que fica constrangida.

 

RISO POPULAR

O Multishow colocou no ar mais uma temporada do humor simplório de "A Vila", com Paulo Gustavo. Com produção modesta ao modo “Chaves”, o seriado mexicano, o título só endossa a proposta do canal pago em continuar a investir mais em humor popular do que em modelos elitistas.

Paulo Gustavo e Katiuscia Canoro em "A Vila"
Paulo Gustavo e Katiuscia Canoro em "A Vila" - Juliana Coutinho/Multishow

FILA DAS NOVE

Lançada “A Dona do Pedaço”, a Globo volta suas fichas para “Amor de Mãe”, novela de Manuela Dias, que estreia como autora titular do gênero, de cara na faixa mais nobre da TV. Para tanto, a emissora escalou Ricardo Linhares, um expert no assunto, que fará o papel de supervisor da autora. As protagonistas serão Regina Casé, Adriana Esteves e Taís Araújo.

Taís Araujo apos estreia da peca "No Topo da Montanha", no Tom Brasil
Taís Araujo apos estreia da peca "No Topo da Montanha", no Tom Brasil - Greg Salibian/Folhapress

Depois de Manu Dias, a Globo poderá optar por outra estreante, Alessandra Poggi, também supervisionada por uma veterana, no caso, Glória Perez, ou ficar com a opção já definida por Lícia Manzo, autora de duas ótimas histórias exibidas na faixa das 18h —”A Vida da Gente” e “Sete Vidas”.

Zapping - Cristina Padiglione

Cristina Padiglione, 48, é jornalista e escreve sobre assuntos relacionados à televisão. Ela cobre a área desde 1991, quando a TV paga ainda engatinhava. Ela passou pelas Redações dos jornais Folha da Tarde (1992-1995), Folha (1997-1999) e O Estado de S. Paulo (2000-2016), entre outras publicações. Ela também tem o blog Telepadi (telepadi.folha.com.br), hospedado no site da Folha.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias