Colo de Mãe

Não sou mãe de meninas, sou mãe de seres humanos que devem aprender sobre amor

Lembro-me das famosas hashtags #mãedemenino e #mãedemenina; não critico quem as utiliza, mas não as uso para me definir como mãe

Menino loiro sentado, de camiseta laranja, sorri e segura duas bonecas
Descrição de chapéu Agora

Tenho duas meninas lindas, simpáticas e inteligentes. A frase é emprestada de Renê, meu companheiro e pai delas, para dizer que adoro ser mãe de menina.

Evidentemente que amo minhas menininhas do sexo feminino e que elas vestem roupas cor de rosa. O fato é que também as visto de azul, amarelo, vermelho e branco. Elas têm bonecas. E fogãozinho, bola, carrinho e livros.

Evidentemente que as mães de meninos também ficam muito orgulhosas por terem seus filhos do sexo masculino. E os vestem de azul. Há também muitas delas rompendo estereótipos.

Nesta semana, uma amiga querida me enviou um ensaio fotográfico em que uma mãe coloca o filho em situações vistas por muitos como tipicamente femininas. Cozinhar é uma delas.

Desenho em folha de caderno; duas crianças vestidas de cor de rosa com um coração ao fundo
Desenho de Laura da Silva Gardim, 7 anos - Arquivo pessoal

Achei de uma beleza impressionante. Não só porque as fotos eram belas, mas pela sensibilidade. E lembrei-me das famosas hashtags #mãedemenino e #mãedemenina. Não critico quem as usas -até porque nas redes sociais hashtags ajudam a localizar postagens e rendem muitos cliques-, mas nunca as usei.

Sou mãe de meninas, sim, mas sou, acima de tudo, mãe de seres humanos. Minhas filhas não se limitam a ser mulheres e acho que ensiná-las que são seres humanos faz com que entendam a importância dos principais valores.

Seres humanos amam, choram, vestem qualquer cor e podem escolher qualquer profissão. Seres humanos podem mudar o mundo. Desde que respeitem-se como humanos e não simplesmente por serem homens ou mulheres.

Agora

Colo de Mãe

Cristiane Gercina, 40, é mãe de Luiza, 12, e Laura, 7. É apaixonada pelas filhas e por literatura. Graduada e pós-graduada pela Unesp, é editora-assistente de Grana do jornal Agora, empresa do Grupo Folha. Quer ver o desenho do seu filho publicado na coluna? Envie-o para o e-mail colodemae@grupofolha.com.br com nome completo e idade da criança, nome e celular do responsável.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem