Bate-Papo na Web

Confira sete desejos para que o novo ano faça bem para o universo digital

Nesta última coluna de 2019, ficam os votos para o ano que inicia

Redes sociais devem ser usadas para o bem - Reuters

Esta é a última coluna do ano, antes das minhas merecidas férias. O ano não foi fácil para quem acompanha a internet sendo usada cada vez mais para propagar ódio, espalhar mentiras e dividir as pessoas. Então, aproveito para deixar meus votos para o mundo digital em 2020.

1 - Que se gaste menos tempo assistindo a vida dos outros e sim vivendo a própria vida.

2 - Que se gaste menos energia querendo impor aos outros o modo de vida que você acha certo e sim refletindo se o seu modo de vida está certo.

3 - Que a internet não seja um fim em si mesma, um lugar que absorva toda a atenção, consuma todo o tempo e provoque o isolamento, mas sim que seja um meio para proporcionar mais encontros na vida real e inspirações sobre como viver melhor – e que elas sejam colocadas em prática.

4 - Que mais pessoas consigam usar a internet para coisas úteis: para buscar dicas de lazer e destinos de viagem, para fazer negócios e gerar renda, para estudar, ler e aprender (em sites confiáveis, por favor).

5 - Que todos comecem a refletir mais antes de encaminhar qualquer coisa que recebam. É verdade mesmo? Qual a fonte? A notícia saiu em outros lugares também?

6 - Que se consiga dialogar com quem pensa diferente de forma respeitosa, sem xingamentos, ouvindo os argumentos contrários, refletindo sobre eles. A não ser que o interlocutor seja do tipo psicopata que defenda tortura, assassinato, ditadura e barbáries do tipo, é claro. Nesse caso, vale clicar em “denunciar” para que os discursos de ódio sejam removidos da internet.

7 - Que as pessoas decentes consigam se fazer ouvir cada vez mais, para que nenhuma opinião preconceituosa que afronta a civilização e a humanidade seja tolerada e aceita como normal. Afinal, como disse Martin Luther King: “A pior tragédia não é a opressão e a crueldade das pessoas ruins, mas sim o silêncio das pessoas boas”.

Feliz Natal e que 2020 seja melhor.

Bate-Papo na Web

Alessandra Kormann é jornalista, tradutora e roteirista. Trabalhou sete anos na Folha.
Desde 2005, é colunista do Show!, do jornal Agora.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem