Aventura na cozinha

Kebab e shawarma inspiram lanche saboroso que é opção diferente

De origem árabe, pratos ultrapassaram fronteiras do Oriente Médio

Kebab e shawarma inspiram lanche saboroso que é opção de refeição diferente Juliana Ventura/Folhapress

  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

Embora seja comum pedir kebabs e shawarmas na hora de comer sanduíches árabes, a verdade é que estas expressões têm a ver com as preparações que vão dentro dos lanches. Explico. Kebab é um espeto de carne temperada assada na brasa. Tradicionalmente é feito de cordeiro —na etimologia da palavra, “kebab” significa cordeiro segundo a “Britannica”. Já o shawarma se trata de fatias finas de carne empilhadas e assadas em um espeto vertical. Qualquer semelhança com o churrasco grego não é mera coincidência.

Ambos os pratos ultrapassaram as fronteiras do Oriente Médio, ganharam fama e, claro, uma série de versões mundo afora.

Como ambas as iguarias são originalmente preparadas na brasa, o ideal seria fazer uso de uma churrasqueira para assar os espetos. Porém, na falta dela, é possível preparar uma alternativa bem honesta do sanduíche usando só o fogão. Na receita de hoje, usei pão folha, frango empanado e couve-flor chapeada. Mas é possível usar pão sírio (tanto o mais fino como o mais macio), outros tipos de carne vermelha ou branca e fazer versões vegetarianas, apenas com a couve-flor ou com outros quitutes como falafel (que ensinei há algum tempo). Quem quiser, pode fazer os espetos em uma frigideira também ou usar fatias muito finas de carne e chapear (dando a aparência do shawarma).

Os acompanhamentos, além da salada, é que fazem toda a diferença e que terão o poder de inspirá-lo a preparar receitas próprias de acordo com seu gosto. Indico pasta de grão-de-bico e coalhada seca, que é bem fácil de encontrar. Como a última pode ser mais consistente, usá-la como molho pode dar um toque especial.

Fique em casa e vamos para a cozinha? Até a próxima!


SANDUÍCHE ÁRABE

Dificuldade: Médio

Rendimento: 4 pessoas

Ingredientes
4 peitos de frango temperados com limão (grelhados ou empanados)
200 g de grão-de-bico
1 dente de alho
Suco de dois limões
1 colher (sopa) de pasta de gergelim
4 picles
2 tomates picados em cubos
Folhas de alface
1 pé de couve-flor
1 colher (chá) de páprica
6 colheres (sopa) de azeite
100 g de coalhada seca
Suco de um limão
Sal e pimenta-do-reino a gosto
2 pães tipo folha

MODO DE FAZER

  1. Para o frango, tempere os peitos com sal, pimenta e limão. Grelhe na brasa, na chapa ou então passe em farinha de trigo, ovo batido e farinha de rosca e frite em óleo quente. Reserve.

  2. Para a pasta de grão-de-bico, bata no liquidificador 200 g de grão-de-bico cozido, suco de um limão, um dente de alho, quatro colheres de sopa de água, duas colheres de sopa de azeite, uma colher de sopa de pasta de gergelim, sal e pimenta. Bata até atingir consistência de pasta.

  3. Para a couve-flor, corte em floretes pequenos e tempere com duas colheres de sopa de azeite, a páprica, sal e pimenta. Aqueça uma frigideira e deixe a couve-flor dourar até estar levemente macia. Pingue água se achar que vai grudar.

  4. Para o molho de coalhada, misture, coalhada, limão, sal, pimenta e azeite. Se quiser adicione molho de pimenta a seu gosto.

  5. Espalhe metade da pasta de grão-de-bico em cada um dos pães, coloque as folhas de alface, os pedaços de frango, a couve-flor, o picles, o tomate e o molho de coalhada.

  6. Dobre, corte ao meio e sirva.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 36, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo
  • Salvar artigos

    Recurso exclusivo para assinantes

    assine ou faça login

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem