Aventura na cozinha

Receita de brioche requer paciência, mas resultado compensa; aprenda a preparar

Levemente doce, pão enriquecido com ovos e manteiga é perfeito para o café

Brioche

Brioche Juliana Ventura/Folhapress

Olá, cozinheiros! Bem-vindos a mais uma aventura na cozinha!

Ao saber que os camponeses não tinham pão para comer, a rainha consorte da França no final do século 18, Maria Antonieta, teria dito: “Que comam brioches”. A frase nunca foi comprovadamente dita pela esposa do rei Luís 16, mas acabou se tornando símbolo do descaso da monarquia francesa —que logo depois seria destituída (e guilhotinada)— com os mais pobres.

Na comparação com o pão dos camponeses da época, o brioche era, e ainda é, luxuosíssimo. A palavra apareceu pela primeira vez no início do século 15, como uma receita medieval normanda, e sua raiz é provavelmente derivada do termo “broyer”, que significa moer ou sovar. A receita de brioche mudou ao longo do tempo, mas, parte da chamada viennoiserie (a panificação francesa), ele é basicamente feito a partir de uma massa fermentada enriquecida com ovos e manteiga. De textura macia, sabor amanteigado e coloração levemente amarelada, é um pão saboroso e perfeito para um café ou chá da tarde.

Diferentemente de pães cuja base é farinha, água e fermento, o brioche leva mais tempo para crescer por conta da adição de açúcar, ovos e manteiga, que retardam o desenvolvimento do glúten e o enfraquecem –por isso, pães doces em geral têm textura menos elástica. A química dos ingredientes faz com que a fermentação seja mais lenta. Portanto, paciência (são cerca de quatro horas para essa receita), é uma virtude necessária na confecção deste pão.

Indico o uso de uma batedeira com gancho, pois a massa do brioche é bastante macia e grudenta. O eletrodoméstico facilita bastante a preparação. No entanto, não é impossível trabalhar a massa com as mãos e, se quiser, basta seguir os passos da mesma forma, sovando durante mais tempo a massa. E não se incomodar em ficar com os dedos melequentos —risos.

Fique em casa se possível e vamos para a cozinha? Até a próxima!


BRIOCHE

Dificuldade: Média
Rendimento: 1 pão de 500 g

Ingredientes
450 g de farinha de trigo
60 g de açúcar refinado
1 colher (sobremesa) de sal
10 g de fermento biológico seco
100 ml de leite
4 ovos
125 g de manteiga

Modo de fazer

  1. Use uma batedeira com gancho. Misture a farinha (reserve cerca de ¾ de xícara para acertar o ponto), o sal e o açúcar. Acrescente o fermento e misture também até incorporar os ingredientes.

  2. Aqueça o leite até ficar morno e, batendo em velocidade média, adicione o líquido aos poucos. Bata por dez minutos.

  3. Acrescente os ovos um a um

  4. Corte a manteiga em temperatura ambiente em cubos e vá adicionando um a um. Serão necessários mais cerca de oito minutos. A massa será lisa, mas grudenta e macia. Adicione a farinha restante aos poucos apenas se for necessário para dar liga.

  5. Coloque a massa em uma tigela e deixe crescer coberta por cerca de duas horas. Depois, deixe na geladeira por mais uma hora.

  6. Unte uma forma de bolo inglês com manteiga e farinha.

  7. Divida a massa em oito pedaços e faça bolinhas com a massa. Posicione-as na forma, uma ao lado da outra.

  8. Deixe crescer por mais meia hora, coberto.

  9. Pincele com um ovo batido. Se quiser, polvilhe açúcar ou açúcar de vanilla.

  10. Asse em forno médio até ficar bem dourado, por cerca de 30 minutos.

(A)ventura na cozinha

Juliana Ventura, 36, é jornalista formada pela PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), pós-graduada em gastronomia pela Universidade Anhembi Morumbi e professora de culinária para crianças.
email: aventuranacozinha@grupofolha.com.br
Instagram: @venturanacozinha

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem