Cinema e Séries
Descrição de chapéu Cinema

Macaulay Culkin aceitou entrar em 'American Horror Story' por ter cena de 'sexo louco'

Produção está parada por causa da pandemia

O ator Macaulay Culkin - AFP
São Paulo

O ator Macaulay Culkin, 39, não costuma atuar com frequência, mas ele aceitou entrar para o elenco da décima temporada de “American Horror Story” depois de saber que teria uma cena de “sexo louco” com a atriz Kathy Bates.

De acordo com o criador da série, Ryan Murphy, ao E! Online, essa informação foi derradeira na hora que ele ligou para o ator e o convidou para integrar a série.

“Eu normalmente não digo nada para os atores quando os convido para uma série, mas dessa vez falei: ‘Ok, cara, aqui vai a minha proposta’. Ele ouviu sobre este personagem absurdo e sobre a cena de sexo louco entre ele e Kathy, além de algumas outras coisas. Ele ficou quieto por um tempo e depois disse: ‘OK, eu estou dentro’”, contou Murphy.

De acordo com ele, Culkin ainda disse que esse parecia ser o personagem feito sob medida para ele interpretar desde que nasceu. A produção da décima temporada ainda não tem data para estrear, já que todos sofrem com a pandemia do novo coronavírus. Porém, é possível que haja algumas mudanças de roteiro quando tudo passar.

Enquanto o momento não chega, o roteirista já almeja contar com Culkin para mais trabalhos no futuro. “Eu acho que ele é um cara fascinante, muito interessante e cheio de alma”, comentou.

Macaulay Culkin ficou mundialmente conhecido pelos filmes “Esqueceram de Mim” e pela amizade que tinha desde a infância com Michael Jackson. Em janeiro do ano passado, no podcast de Michael Rosenbaum’s, o “Inside of You”, o ator Macaulay Culkin se abria para falar sobre sua complicada vida familiar, sua infância como uma estrela de cinema e a amizade não convencional com Michael Jackson.

Culkin comentou à época que ele se tornou amigo do ícone pop ainda jovem, e que Jackson teria se aproximado dele para “protegê-lo”.

Ainda sobre Jackson, enquanto fazia um ensaio fotográfico para a revista americana Esquire, ele afirmou que nunca viu o astro agir como pedófilo.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem