Cinema e Séries

DiCaprio e De Niro pedem doação para Covid-19 em troca de participação em filme

'Se você já se perguntou como é trabalhar com Scorsese, esta é sua chance'

O ator Leonardo DiCaprio no Oscar 2020
O ator Leonardo DiCaprio no Oscar 2020 - Valerie Macon/AFP - 10.02.20
Los Angeles

Os atores Leonardo DiCaprio, 45, e Robert De Niro, 76, ofereceram um pequeno papel em seu próximo filme como um incentivo para os fãs doarem para um evento de arrecadação de fundos para enfrentar o Covid-19.

Os astros estarão em "Killers of the Flower Moon", filme que será produzido em 2021, dirigido por Martin Scorsese, e que conta uma história real sobre os assassinatos de indígenas em Oklahoma nos anos 1920.

"Se você já se perguntou como é trabalhar com o grande Martin Scorsese, esta é sua chance", disse DiCaprio em um vídeo postado em seu Instagram nesta quarta-feira (15).

O vencedor, selecionado aleatoriamente, também almoçará com as estrelas e o diretor, e comparecerá à estreia.

A iniciativa faz parte da campanha #AllInChallenge ("Todos no desafio", em tradução livre) lançado na terça-feira (14), no qual estrelas das artes e do esporte leiloam ou doam uma "experiência única para os fãs" e desafiam outras pessoas a fazer o mesmo.

Os organizadores arrecadaram até o momento US$ 4 milhões (cerca de R$ 21 milhões) –com o objetivo de alcançar US$ 100 milhões (R$ 525,7 milhões)– e confirmaram prêmios como ter Justin Bieber em casa para um show privado, assistir a um jogo de basquete do Lakers com Magic Johnson, ou jogar golfe com Rob Lowe.

Todos os recursos serão destinados às instituições de caridade que fornecem ajuda alimentar para os mais necessitados durante o confinamento do coronavírus, incluindo o Meals on Wheels, o No Kid Hungry e o America's Food Fund, lançado este mês por DiCaprio com Laurene Jobs, a viúva de Steve Jobs.

Em seu vídeo, DiCaprio desafiou Ellen DeGeneres, que ofereceu a oportunidade de dividir a apresentação de seu programa, e Matthew McConaughey, que levará o sorteado a seu camarote particular para assistir a um jogo de futebol no Texas.

A campanha é a mais recente de uma série de iniciativas de celebridades para ajudar durante a pandemia do novo coronavírus. O co-criador de "Seinfeld", Larry David, por exemplo, lançou uma campanha GoFundMe de US$ 150 mil (R$ 788,5 mil).

AFP
Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem