Cinema e Séries

Kristen Stewart fala que faria super-herói gay e elogia Pattinson por papel de Batman

Atriz disse estar muito feliz por ex-namorado: 'Único cara que poderia fazer papel'

Actress Kristen Stewart comparece à exibição especial de "Seberg" durante o Festival Internacional de Cinema de Toronto 2019
Actress Kristen Stewart comparece à exibição especial de "Seberg" durante o Festival Internacional de Cinema de Toronto 2019 - Valerie Macon/AFP
São Paulo

Kristen Stewart, 29, disse, durante o Festival Internacional de Cinema de Toronto, que se tivesse que escolher um super-herói para interpretar seria um herói gay. 

A história começou quando a artista contou à Harper's Bazaar que sempre foi incentivada a não andar de mãos dadas com sua namorada: “Disseram-me: ‘Se você quiser fazer um favor a si mesma, não saia segurando a mão de sua namorada em público, você pode conseguir um [papel num] filme da Marvel'. Essa conversa sempre existiu. Eu sempre a rejeitei radicalmente”.

Então, quando questionada sobre qual papel no universo dos super-heróis gostaria de interpretar, Stewart já sabia a resposta. A atriz, que namora a modelo Stella Maxwell, 29, completou: "Tenho certeza que eles [A Marvel] adorariam contratar os jovens gays para serem super-heróis". 

Ainda no Festival, em entrevista para a Variety, Stewart comentou sobre o Batman, interpretado pelo ex-namorado e parceiro de interpretação na saga "Crepúsculo", Robert Pattinson

“Acho que ele é o único cara que poderia fazer o papel. Estou muito feliz por ele. É uma loucura!", disse a atriz, animada. 

Stewert compareceu ao Festival para promover "Seberg", último filme que gravou, em que ela interpreta Jean Seberg. Famosa por atuar no aclamado "Acossado", de Jean-Luc Godard, a personagem principal sofre com a perseguição dos paparazzi, o que é retratado no longa.

"Não precisei me esforçar para fingir. Eu sei muito bem como é esse sentimento", declarou a atriz, que está nos holofotes desde que viveu Bella Swan no primeiro filme da saga "Crepúsculo". 

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem