Cinema e Séries

James Gunn retorna à direção de 'Guardiões da Galáxia 3' após polêmica por tuítes ofensivos

Foi afastado por uma série de mensagens ofensivas no Twitter

AFP
João Victor Marques
São Paulo

James Gunn está de volta ao comando da franquia "Guardiões da Galáxia", dos estúdios Marvel. Segundo informações divulgadas pelo site Deadline nesta sexta-feira (15), o diretor retornará à direção do terceiro filme da saga.

O presidente do Walt Disney Studios, Allan Horn, readmitiu o diretor, depois de Gunn deixar a franquia em julho do ano passado após polêmicas envolvendo tuítes antigos que faziam piada com temas como estupro e pedofilia. A Disney é dona da franquia com a Marvel Studios,

Ao que tudo indica, o executivo mudou de ideia após uma série de encontros e um pedido de desculpas público do diretor. Em mensagem publicada em seu Twitter, Gunn agradeceu a Disney pela nova oportunidade.

"Eu sou tremendamente grato a todas as pessoas que me apoiaram nos últimos meses. Estou sempre aprendendo e continuarei a trabalhar em ser o melhor ser humano que posso ser. Eu estou profundamente agradecido pela decisão da Disney e empolgado para continuar a fazer filmes que investiguem os laços de amor que nos unem", escreveu ele.

Diante desta novidade, os fãs de filmes de super-heróis se perguntam como fica a situação da sequência de 'Esquadrão Suicida", uma vez que James Gunn foi contratado, em outubro passado, pela Warner/DC para dirigir o segundo filme da franquia.

Mas a Marvel já concordou em começar a produção do terceiro filme dos Guardiões somente após a conclusão do longa da DC, que deverá estrear em agosto de 2021.

James Gunn foi cortado da franquia "Guardiões da Galáxia" em julho do ano passado, após vir à tona tuítes antigos seus –a maior parte de 2008 a 2011–, em que ele tratava em tom de piada assuntos como pedofilia e estupro.

Na época, a Disney agiu rapidamente e retirou o diretor da direção dos filmes.

Final do conteúdo

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas Notícias